Procure aqui

Carregando...

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

| EDIÇÃO DOS CAPÍTULOS DA REPRISE DE "RUBI" NO SBT EM 2017

Exibida originalmente em 2005 pelo SBT, a novela "Rubi" volta ao ar nas Novelas da Tarde para ocupar o espaço deixado por "A Usurpadora", ficando no ar das 15h45 às 17h30, com um tempo grande de arte, o que adiantará muito a edição da novela em relação com os capítulos originais. Confira a seguir.

Capítulo 01 (16/01/2017)
Capítulo 1 original

Capítulo 02 (17/01/2017)
Capítulo 2 + Capítulo 3 originais + parte do capítulo 4


Créditos e fonte | Twitter:@Hugo_oigreS

sábado, 14 de janeiro de 2017

| DOWNLOAD: SÉRIE "MÁRIO FOFOCA" - EPISÓDIOS COMPLETOS

POSTADO E EDITADO ORIGINALMENTE EM 16/10/2016, ÀS 13H22 PELA PRIMEIRA VEZ.
"Mário Fofoca" é uma série brasileira produzida e exibida pela Rede Globo de 13/03 a 03/06/1983, com um total de 17 episódios.
Mário Cury ou Mário Fofoca, interpretado por Luis Gustavo, foi um personagem da novela "Elas por Elas", escrita por Cassiano Gabus Mendes, que fez tanto sucesso a ponto de ganhar uma série sua, o que pode ser considerado como spin-off da novela. Ganhou um filme em 1983, chamado "As Aventuras de Mário Fofoca". Em 2010, o personagem voltou à TV no remake de "Ti Ti Ti". Em 2016, a série "Mário Fofoca" a ser exibida pelo Canal VIVA, todos os sábados às 22h00.


Sinopse: Mário Fofoca (Luis Gustavo) é um detetive confuso e desastrado, que soluciona seus casos aos trancos e barrancos e veste sempre os mesmos ternos quadriculado e gravata colorida.
Elenco: Luis Gustavo, Osmar Prado, Ana Ariel, Felipe Carone.
Nacionalidade: Brasil, 1983.
Gênero: Comédia.

 <<<<<< EPISÓDIOS >>>>>>
Episódio 01 - Vista Chinesa (01/10/2016)
Episódio 02 - Socorro, Mamãe (08/10/2016)
Episódio 03 - Nem Tudo que Sobe Desce (15/10/2016)
Episódio 04 - O Estrangulador de Copacabana (22/10/2016)
Episódio 05 - Doce Vampiro (29/10/2016)
Episódio 06 - Detetive pra Cachorro (05/11/2016)
Episódio 07 - O Rei dos Bicheiros (12/11/2016) [NOVO]
Episódio 08 - Os Espiões de Biquíni (19/11/2016) [NOVO]
Episódio 09 - O Circo da Morte (26/11/2016) [NOVO]
Episódio 10 - Escola de Panteras (03/12/2016) [NOVO]
Episódio 11 - ET O Extra Tomate (10/12/2016)
Episódio 12 - O Bandido Chinês (17/12/2016)
Episódio 13 - O Árabe Louco (07/01/2017)
Episódio 14 - O Homem que conseguiu Emprego (14/01/2017)


Os episódios serão disponibilizados conforme sua exibição na TV.




Obrigado pela visita e até a próxima!

| LISTÃO: AS NOVELAS LATINAS E ESTRANGEIRAS EXIBIDAS NO BRASIL - PARTE 3: 2016 A 2026

POSTADO ORIGINALMENTE EM 10/04/2016 ÀS 12h30.
Esta é a continuidade do post especial das novelas latinas e estrangeiras exibidas na TV aberta brasileira. Da volta com força das mexicanas até o fenômeno das produções turcas, viva as novelas importadas no Brasil!


Meu Coração É Teu
Mi Corazón es Tuyo (SBT, 2016)
Protagonizada por Silvia Navarro e Jorge Salinas, conta a história de Ana Leal, uma mulher alegre e de bons sentimentos que perde a casa numa tempestade e precisa recomeçar a vida e reconstruir seu lar. Ela trabalha como dançarina de pole dance numa boate de péssima reputação e precisa de um extra: começa como babá dos sete filhos do viúvo milionário Fernando Lascurain. Ana consegue "domar" e conquistar as ferinhas, mas acaba se apaixonando pelo patrão. Quando Fernando e Ana decidem se entregar ao amor, surge um empecilho: a interesseira Isabela anuncia que está grávida de Fernando. Uma comédia romântica leve, divertida e cheia de reviravoltas.
- Curiosidades: Fez tanto sucesso no México a ponto de virar peça de teatro com apresentações pela cidade. Primeira nova da atriz Silvia Navarro exibida pelo SBT. Foi eleita no Premio TVyNovelas 2015 como a Novela do Ano. O romance de Nicolas e Jennyfer durou pouco tempo e terminou abruptamente devido a rejeição dos mexicanos, que não aceitaram a diferença de idade dos dois, surgindo então um novo amor para Jennyfer: Johnny. Pablo Montero surgiu como Diego, irmão de Fernando, que se relacionou com Ana e teve uma boa aceitação do público, mas por indisciplina e atrasos, Juan Osorio, o produtor da novela, se viu obrigado a afastá-lo. Juan Osorio queria Maite Perroni para o papel de Ana, que recusou para protagonizar "La Gata". Mayrin Villanueva e Fabiola Campomanes fizeram teste para "Ana", mas quem ficou com o posto foi Silvia Navarro. É um remake da série espanhola "Ana y Los 7", de Ana Obregón, exibida em 2002. Laura Bozzo, Mauricio Clark, Daniela Romo, Kaay, Pandora, Axel participaram da novela como eles mesmos.
No SBT, a edição de mais de 60 minutos adiantou bastante os capítulos, que eram exibidos completos apenas no sinal de São Paulo, enquanto para outras regiões, era transmitida uma versão compacta e cheia de cortes.
- Elenco: Silvia Navarro, Jorge Salinas, Mayrín Villanueva, Adrián Uribe, René Casados, Carmen Salinas, Rafael Inclán, Paulina Goto, Pablo Montero, Fabiola Campomanes, Norma Herrera, Beatriz Morayra, Juan Pablo Gil, Polo Morín, Emilio Osorio, Isidora Vives, Jose Pablo Alanis, Jose Manuel Alanis, Isabella Tena, Karla Gómez, Jorge Aravena, Luz Elena González, Karla Farfán, Bea Ranero.
- Dubladores: Izabel Lira (Ana), Phellippe Maia (Fernando), Lina Rossana (Isabela), Gutemberg Barros (Bruno), Adriana Torres (Jennifer/Jenny), Marcio Aguena (Johnny), Clécio Souto (Diego), Bruna Laynes (Fanny), Nádia Carvalho (Yolanda), Luiz Carlos Persy (Nicolas), Mariana Torres (Manuela), Ronaldo Júlio (Enrique), Yan Gesteira (León), Hugo Myara (Nando), Luiza Cesar (Helena), Ana Paula Martins (Laura), Yago Machado (Sebastião), Pamella Rodriges (Alicia), João Victor Granja (Alessandro "Alex" e Guilherme "Guille"), Bia Menezes (Luz), Patrícia Ferrer (Estefanía Diez), Samir Murad (Dorival), Marize Motta (Soledade), Eduardo Borgerth (Dr Ángel), Gabriella Bicalho (Magda), Márcia Morelli (Margarida), Carla Araújo (Natália), Lhays Macêdo (Edith), Isis Koschdoski (Linda Olalde), Nair Amorim (Paulina), Tônia Mesquita (Edna), Eduardo Drummond (Pablo), Patricia Garcia (Diana), Jessica Vieira (Maristela), Christiane Louise (Maria), Rafael Schubert (Gustavo), Fabiana Aveiro (Beatriz), Bárbara Ficher (Tamara), Fernanda Ribeiro (Briana), Wirley Contaifer (Lenin), Cadu Paschoal, Carloz Magno, Érica Rodrigues, Marcela Duarte, Gabriela Medeiros, Thiago Fagundes, Mckeidy Lisita, Alfredo Martins, Carmen Sheila, Carlos Gesteira, Isabelle Cunha, Rafael Mezadrí, Cafi Baloussier (Axel), Ângela Bonatti (Daniela Romo), Marize Motta (Laura Bozzo), Duio Botta, Vânia Alexandre, Myriam Thereza, Roberta Nogueira, Márcio Dondi, Oziel Monteiro, Flávia Saddy, Ana Lúcia Menezes, Yuri Calandrino, Telma da Costa, Mauro Horta, Francisco Júnior, Paulo Bernardo, Isabela Quadros, Narjara Turetta, Renato Rosenberg, Mário Cardoso/RioSound - RJ.
- Produtor: Juan Osorio.
- Exibição no Brasil: SBT de 29/02/2016 a 29/08/2016, às 18h00/18h15/18h30/18h45 em 131 capítulos.
- Produção/Distribuição: Televisa.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Mi Corazón es tuyo", por Axel e Kaay.
- Origem: México, 2014.

Abismo de Paixão
Abismo de Pasión (SBT, 2016)
Protagonizada por Angelique Boyer e David Zepeda, conta a história de um grande engano que vai mudar o destino de todos. Em um povoado que vive do cultivo de pimenta, a ciumenta Almerinda insiste em dizer que seu marido Rogério ama e tem um caso com Estefânia, a esposa do melhor amigo dele, Augusto. Rogério tem sim uma amante, mas esta é na verdade Carmen, a irmã de Estefânia. Ao impedir a fuga de Carmen com seu amado, o carro em que estava Rogério e Estefânia capota e eles morrem no local. Agora todos no povoado passam a achar que os boatos eram verdadeiros e principalmente, uma história de amor fica em jogo, quando o ódio e as intrigas farão de tudo para separar Elisa e Damião.
- Curiosidades: No México, estrearia na faixa das 19h, mas foi remanejada para às 21h00, salvando e levantando a audiência do horário. Ariadne Díaz foi uma das primeiras opções para o papel de Elisa. Foi gravada em Yucatán com muitos cenários "naturais". Por medo de errar e o efeito colateral final, poucas coisas foram alteradas, como a maior participação de Augusto e a entrada da personagem Kenia. César Évora interpretou o mesmo personagem que fez em "Cañaveral de Pasiones". Primeira novela exibida pelo SBT após a queda da classificação indicativa no horário que antes a classificação de inadequação para menores de 12 anos era proibida.
- Elenco: Angelique Boyer, David Zepeda, Sabine Moussier, Blanca Guerra, Alejandro Camacho, Altair Jarabo, Livia Brito, Mark Tacher, René Casados, Salvador Zerboni, Eugenia Cauduro, Francisco Gattorno, Eric del Castillo, Raquel Olmedo, Alexis Ayala, Nailea Norvind, Ludwika Paleta, César Evora, Francisco Gattorno, Isaura Espinoza, Dacia González, Armando Araiza, Issabela Camil, Esmeralda Pimentel, Sergio Mayer, Ricardo Dalmacci, Vanessa Arias, Alberto Agnesi, Jade Fraser, Adriano Zendejas, Lourdes Munguía.
- Dubladores: Fernanda Crispim (Elisa), Phellippe Maia (Damião), Eduardo Borgerth (Augusto), Isis Koschdoski (Almerinda), Daniel Müller (Gael), Carla Pompilio (Carmem), Adriana Torres (Estefânia), Angélica Borges (Florência), Gutemberg Barros (Padre Guadalupe/Lupe), Fernando Lopes (Ramiro), Natali Pazete (Paloma), Malta Júnior (Rogério), Aline Ghezzi (Dolores), Sérgio Muniz/Marco Moreira (Bráulio), Júlio Chaves (Lúcio), Vânia Alexandre (Ramona), Marly Ribeiro (Malu), Carmen Sheila (Branca), Ronaldo Júlio (Edmundo), Roberta Nogueira (Betânia), Francisco Júnior (Horácio), Duda Epinoza (Paolo/Paulo), Hércules Franco (Guido), Bia Barros (Antônia), Márcia Coutinho/Priscila Amorim (Kênia), Larissa de Lara (Ingrid), Cafi Ballousier (Henrique), Luísa Viotti (Sabrina), Marlene Costa (Edwiges), Élcio Romar (Dr Manrique), Christiane Louise (Sarito), Eduardo Drummond (Vicente), Gabriela Medeiros (Remédios González), Paulo Bernardo, Pamella Rodrigues, Jessica Vieira, Matheus Calliano, Yago Machado, Ângela Bonatti, Thiago Fagundes, Marco Moreira, Jessica Marina, José Santa Cruz/RioSound - RJ.
- Produtor (a): Angelli Nesma Medina.
- Exibição no Brasil: SBT de 28/03/2016 a 17/10/2016, às 16h45/17h15/17h45 em 146 capítulos.
- Produção/Distribuição: Televisa.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Com um suspiro" (Sólo un Suspiro), por Léo Nascimento.
- Origem: México, 2012.


Mar de Amor
(SBT, 2016)
Protagonizada por Zuria Vega e Mario Cimarro, conta a história de Estrela Marina, uma jovem sonhadora, criada pelos padrinhos, que foi fruto de um estupro que a mãe sofreu no passado. Ela vive um romance com Victor Manuel, mas Oriana e seu pai, Leon, o homem mais rico e malvado da Praia Escondida, decidem separá-los de qualquer forma. Quem também está disposta a estragar essa relação é Coral, uma mulher misteriosa que todos acreditam ser uma sereia e que se envolve com Victor Manuel. O que Estrela Marina nem imagina é que sua origem guarda muitos segredos e a vida, lhe reserva grandes surpresas. É tempo de amar, na batida do coração!
- Curiosidades: Típico de novelas de Nathalie, são os inúmeros os personagens que entram e saem sem uma função, algo que foi uma brecha para ajudar atores na novela original, "María del Mar" em 1978 na Venezuela, em que a autora Delia Fiallo criou personagens para dar emprego a atores que a emissora Venevisión havia rescindido contrato por causa de uma crise. O casal protagonista funcionava melhor separados, já que nunca empolgou o romance de Estrela e Victor Manuel, um casal totalmente sem química. Zuria Vega mostrou uma personagem forte, batalhadora e valente, que cativou e chamou atenção. Os bastidores foram polêmicos, principalmente com relação a Mario Cimarro: Ninel Conde o acusou de tê-la agredido verbalmente e fisicamente; Gonzalo Vega, pai de Zuria, ameaçou Mario depois de dizer que ele teria desrespeitado sua filha. Devido à indisciplina, atrasos e mau humor, foi a gota d'água para Nathalie Lartilleux a falta de Mario Cimarro em uma cena externa, sendo demitido. O desaste só não foi pior porque a cena do casamento dos protagonistas já havia sido gravada, mas várias cenas precisaram ser editadas. Cenas onde podiam ser notadas a ausência de Mario foram ao ar e tudo soava muito estranho. O último capítulo foi sem graça, confuso e com uma péssima audiência. O ego de Mario Cimarro era reflexo da alternância dos créditos na abertura, onde seu nome e o de Zuria aparecem duas vezes. Durante a época da demissão de Mario Cimarro, Nathalie Lartilleux chegou a comentar que a atitude do ator era sempre de má vontade e isso pôde-se comprovar em cena, quando o ator estava visivelmente ali por obrigação, sem motivação, sempre foi um ator ruim, mas carismático, mas desta vez até com a aparência descuidada o ator aparecia em cena. Depois de mais de vinte anos, o SBT voltou a exibir uma novela com dublagem paulista, esta que foi realizada para o canal africano Zap Novelas, mostrando um enorme desrespeito com o telespectador, trazendo péssimas vozes para um elenco com vozes já conhecidas e prezando pela falta de qualidade.
- Elenco: Zuria Vega, Mario Cimarro, Ninel Conde, Mariana Seoane, Manuel Landeta, Juan Ferrara, Erika Buenfil, María Sorté, Raquel Olmedo, Norma Herrera, Marcelo Córdoba, Ignacio López Tarso, Sergio Reynoso, Patsy, Amairani, Arturo Carmona, Ramón Valdéz Urtíz, Victoria Díaz, Florencia de Saracho, Arlette Pacheco, Mar Contreras, Elizabeth Dupeyrón, Juan Ángel Esparza, Javier Ruán, Toño Infante, Yuliana Peniche, Georgina Salgado, Rodrigo Nehme, Renata Notni, Nicolás Mena, Renata Flores.
- Dubladores: Kate Kelly Ricci (Estrella), Ricardo Teles (Victor Manuel), Márcia Regina (Catalina/Coral), Lúcia Helena (Oriana), Vágner Santos (León), Rosa Maria Baroli (Cacilda), Nelson Machado (Guillermo), Gabriel Noya (Salvador), Rosana Beltrame (Aurora), Fernanda Bock (Luz/Índia), Maralise Tartarine (Violeta), Roberto Prattes (Mojarras), Eudes Carvalho (Antônio), Dado Monteiro (Hernán), Laudi Regina (Lúcia), Tânia Gaidarji (Frederica), Luiza Viegas (Mercedes), Luciana Baroli (Heleninha), Silvia Suzy (Rosélia), Fátima Noya (Maura), Adna Cruz (Mística), Thiago Zambrano (Oswaldo), Paulo Porto (Bracho), Raul Schlosser (Tubarão), Raquel Marinho (Rainha), Priscila Franco (Esperança), Roberto Rocha (Lorenzo), Priscila Ferreira (Carmen), Robson Kumode (Jorge Parra), Fernanda Bullara (Chom), Thiago Longo (Martin), Jussara Marques (Trânsito), Letícia Quinto (Inês), Rita Almeida (Silvia), Fátima Silva (Crisanta), Hermes Baroli (Marco Tulio), Zayra Zordan (Simona), Marco Antônio Abreu (Dr David), José Carlos Guerra (Padre Zamorita), Arlete Montenegro (Luciana), Raul Ferreira Neto, Ivete Jaime, Yuri Chesman, Isabella Guarnieri, Vyni Takahashi, Hamilton Ricardo, Alna Ferreira/BKS - SP.
- Produtor (a): Nathalie Lartilleux.
- Exibição no Brasil: SBT de 16/05/2016 a 21/11/2016, às 16h30/16h15/16h45 em 136 capítulos.
- Produção/Distribuição: Televisa.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Regálame un beso", por Fanny Lu.
- Origem: México, 2009.

Sila: Prisioneira do Amor
Sıla (BAND, 2016)
Protagonizada por Cansu Dere e Mehmet Akif Alakurt, conta a história de Sila, uma moça que é vendida para uma família rica de Istambul quando era pequena. Criada em meio ao luxo e à fartura, Sila tem uma vida feliz e certo dia, recebe a visita de seus pais biológicos em sua casa, que chegam lhe contando que sua mãe está morrendo e quer vê-la pela última vez. Ela cai nessa história e parte rumo à Mardin. Lá, Sila é obrigada a se casar com Boran, o líder do clã Aha para salvar seu irmão e a irmã dele da morte. Sila agora é uma prisioneira e não pode mais voltar para Istambul, tentando reencontrar a alegria e a vontade de viver. Mas será que o destino não os uniu de propósito?
- Curiosidades: A história se passa em Mardin, região da Turquia que faz fronteira com Sila e Iraque, sendo um lugar muito perigoso do país. Cansu Dere é uma das atrizes mais reconhecidas da Turquia, é modelo e apresentadora. Mehmet Akif Alakurt, também começou a carreira como modelo, além de estar na preferência nacional das mulheres como um dos turcos mais bonitos do país. Já foi exibida na Grécia, Croácia, Sérvia, Bósnia, Montenegro, Herzegovinia, Eslováquia, Eslovénia, Macedônia, Romênia, Bulgária, Chile, Colômbia, sendo líder de audiência nos países árabes, nos balcons, no leste da Europa e na Indonésia. No Brasil, ganhou a música "Vai Chegar", interpretada por Li Martins como tema. Enfrentando a exibição das Olimpíadas Rio 2016, a edição da novela chegou a ter aproximadamente 15 minutos de tempo de arte, o que esticou sua exibição e atrasou a chegada do capítulo final.
- Elenco: Cansu Dere, Mehmet Akif Alakurt, Zeynep Eronat, Menderes Samancilar, Muhammed Cangören, Kartal Balaban, Devrim Saltoğlu, Cemal Toktaş, Boncuk Yılmaz, Kartal Balaban, Devrim Saltoğlu, İsmet Hürmüzlü, Namik Kemal Yiğittürk, Tayanç Ayaydın, Fatoş Tez, Cüneyt Turel, Hümeyra Akbay, Zeynep Anıl Tatdıran.
- Produtor: Gül Oğuz.
- Dubladores: Fernanda Baronne (Sila), Felipe Grinnan (Boran), Carlos Campanile (Celil), Arlete Montenegro (Bedar), Yuri Chesman (Azad), Angélica Santos (Narin), Alex Morales (Dilaver), Carlos Seidl (Erkan), Rosana Beltrame (Nese), Renato Márcio (Firuz), Alna Ferreira (Kevser), Wellington Lima (Cihan/"Dihan"), Márcio Marconato (Emre), Gilmara Sanches (Mehves), Cassiano Ávila (Abay), Antônio Moreno (Zinar), Ettore Zuim (Sivan), Rodrigo Araújo (Buhran), Rosangela Mello (Esma), Sicilia Vidal (Dilan), Monalisa Capella (Emir Sönmez), Walter Cruz (Kerem), Letícia Quinto (Gizem), Ricardo Vasconcelos (Edip), Karen Ramalho (Zeynep), Glaucia Franchi (Ümmü), Bruna Matta (Ayse), Dláigelles Riba, César Emílio, Dado Monteiro, Cássia Bisceglia, Adriano Paixão, Rebeca Zadra, Fátima Silva, Fernanda Bock, Cláudia Victoria/Wood Vídeo - SP.
- Exibição no Brasil: BAND de 28/03/2016 a 18/11/2016, às 20h20/20h50 em 199 capítulos.
- Produção/Distribuição: ATV.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Vai Chegar", por Li Martins.
- Origem: Turquia, 2006 a 2008.


A Gata
La Gata (SBT, 2016)
Protagonizada por Maite Perroni e Daniel Arenas, narra a história de amor dos jovens Paulo (Pablo, no original) e Esmeralda. Esmeralda Cruz é uma moça que cresceu em meio à exploração de Dona Rita, uma senhora que a obriga a trabalhar e pedir esmolas. Desde pequena, ela conhece Paulo, um menino de 15 anos rico e esnobe. O tempo passa e a amizade se torna amor, indo totalmente contra os ideais de Lorena, a mãe de Paulo, que deseja ver o filho casado com Mônica, uma jovem rica, bonita e de bons modos. Em meio a muitas intrigas, Esmeralda descobre ser a herdeira de uma grande fortuna e terá de lutar contra o preconceito e o destino, afim de viver o amor da sua vida ao lado de Paulo.
- Curiosidades: A adaptação ficou a cargo de María Antonieta "Calu" Gutierrez, que se baseou nos textos da venezuelana "Rubí Rebelde" de Carlos Romero, remake de 1989, tendo a fusão de "La Gata" com "La Italianita" (a original de "Maria Mercedes", ambas de Inés Rodena. Talvez o erro da novela foi a retratação num contexto urbano e moderno, mas usando premissas antigas como o fato de Esmeralda ser totalmente analfabeta em pleno 2014, além da caracterização forte de Esmeralda que fez parece irreal que um rapaz rico se apaixonasse por uma moça suja, fedorenta e burra. Como essas tramas mais fantasiosas chamam a atenção do público, houve um relativo sucesso no México e um ótimo resultado em vendas para vários países. Nathalie Lartilleux, produtora da novela, tentou repetir o sucesso de "Corazón Indomable" usando a trama de vingança de Esmeralda, que fica rica e mãe de dois filhos de Pablo, passa a vender uma imagem de estar subindo na vida usando os homens e com um desejo de vingar-se de Pablo sem nenhum motivo. As gravações em um lixão real trouxe problemas a atores que passaram mal por causa do cheiro forte. Havia a retratação, mesmo que exagerada, da classe que vive miseravelmente em relação com os ricaços. Erika Buenfil recusou um papel em "Lo que la Vida me Robó" e aceitou o papel de Fela em "La Gata", repetindo o mesmo papel de mãe louca da protagonista como em "Mar de Amor" (2009). Declamando um texto péssimo, o elenco se saiu bem e Maite e Daniel Arenas formaram um casal com química. Por inúmeras ocasiões, Maite aparece segurando uma gata preta nas cenas de Esmeralda. A deficiência visual de Virgínia, a irmã de Pablo, fez com que uma das tramas fosse alterada: no acidente que Esmeralda sofre, ela ficaria cega como no original, mas acabou ficando paralítica por um tempo, lembrando que Malú em "Cuidado Com o Anjo" já havia ficado cega, uma outra novela de Nathalie Lartilleux protagonizada por Maite Perroni. César Evora e Enrique Rocha, que já estavam confirmados na novela, abandonaram o projeto. Todos os cenários pareciam iguais em cor, tamanho e pouca cenografia, algo aleatório e sem qualidade. A abertura foi feita sem qualquer capricho com cenas da novela embaladas pela música "Vas a querer volver". Em sua exibição pelo SBT, Pablo passou a se chamar Paulo, Lorenza virou Lorena e Jarocha ganhou o nome de Jacira.
- Elenco: Maite Perroni, Daniel Arenas, Laura Zapata, Erika Buenfil, Manuel Ojeda, Pilar Pellicer, Leticia Perdigón, Jorge Poza, Mónica Sánchez, Juan Verduzco, Patricio Castillo, Lupita Lara, Socorro Bonilla, Carlos Bonavides, Ianis Guerrero, Paloma Ruiz de Alda, Mariluz Bermúdez, Pierre Louis, Oscar Ferreti, Teo Tapia, Alejandra Robles Gil, Claudio Báez, Luis Gatica, Marcelo Córdoba.
- Dubladores: Ana Lúcia Menezes (Esmeralda/Gata), Raphael Rossato (Paulo), Marly Ribeiro (Lorena), Paulo Bernardo (Fernando/Silencioso), Márcia Coutinho (Branca/Perla), Renato Rosenberg (Augusto), Christiane Louise (Jacira), Marcos Souza (Mariano), Fernanda Baronne (Gisele), Flávia Saddy (Virgínia), Marlene Costa (Rita), Yuri Tupper (Centavinho), Patricia Garcia (Mônica), Myriam Thereza (Eugênia), Marcela Duarte (Inés), Duio Botta (Garibaldo), Márcio Simões (Domênico/Italiano), Márcia Morelli (Mercedes), Fabrício Vila Verde (Damião), Romeu D'Ângelo (Lupe), Inês Zava (Dora), Dário de Castro (Omar), Gutemberg Barros (Xavier), Guilene Conte (Maria), Marcelo Sandryni (João Garça), Ângela Bonatti (Micaela), Daniel Müller (Padre Rivas), Reinaldo Pimenta (Enrique), Maurício Berger/Oziel Monteiro (Casimiro), José Augusto Sendim (Roberto), Rafael Scubert, Silvio Gonzalez, Alfredo Martins, Hércules Franco, Mário Cardoso, Sheila Agued, Miriam Ficher, Mônica Magnani, Thiago Fagundes, Hélio Ribeiro, Tereza Filardy, Clécio Souto, Felipe Drummond, Cadu Paschoal, Mariana Torres, Wesley Santana, André Belizar, Bruno Rocha, Fabiana Aveiro, Livia Freitas, José Santa Cruz, Bruno Linhares, Malta Júnior, Bia Menezes, André Luis Marcondes/RioSound - RJ.
- Produtor: Nathalie Lartilleux.
- Exibição no Brasil: 15/08/2016 (no ar), às 18h00/18h40/18h30..
- Produção/Distribuição: Televisa.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Vas a querer volver", por Maite Perroni.
- Origem: México, 2014.


A Lenda - Um Luxo de Sonhar
그녀의 신화 / Her Legend (Rede Brasil - RBTV, 2016)
Protagonizada por Kim Jeong-Hoon e Choi Jung-Won, conta a história de Eun Jung Soo, uma moça que enfrenta dificuldades, agarra as oportunidades e mora na casa dos tios, se tornando uma grande designer de bolsas de luxo. Seu caminho cruza com o de Do Jin Hoo, um típico rapaz rico, herdeiro de uma marca de moda famosa. Ele se apaixona por Eun Jung Soo, mas a prima dela espalha uma mentira a seu respeito que destrói sua reputação, por inveja e ódio. Muitas reviravoltas trarão a paz e o amor que tanto sonham.
- Curiosidades: A novela coreana estreou com modestos índices e cravou média de 0.08 pontos (0.1) com picos de 0.17 (0.2) na Grande São Paulo. 
- Elenco: Choin Jung-Won, Kim Jeong-Hoon, Son Eun-Seo, Park Yoon-Jae, Choi Soo-Rin, Maeng Sang-Hun, Jeon Su-Kyeong. Com as estreia de "Os Cavaleiros do Zodíaco" e "Dragon Ball Z", a novela passou a ser exibida das 22h30 às 23h00.
- Produtor: Kim Jung-A.
- Exibição no Brasil: Rede Brasil de 29/08/2016 a 21/10/2016, às 20h00/22h30 em 40 capítulos.
- Produção/Distribuição:  JTBC.
- Formato: HDTV.
- Origem: Coreia do Sul, 2013.

Sou Luna
Soy Luna (SBT, 2016)
Protagonizada por Karol Sevilla e Ruggero Pasquarelli, conta a história de Luna Valente, uma adolescente que mora em Cancún, ama cantar e sonha em se tornar uma patinadora profissional. Quando sua mãe recebe uma proposta de trabalho em Buenos Aires, se mudam e ela deixa pra trás sua antiga vida e seu melhor amigo. A vida recomeça e ela faz amizade com Ámbar e o namorado dela, Matteo. Lá, surge a oportunidade de treinar patinação e se aproxima de Matteo, que acaba se apaixonando por ela. Luna nem imagina quantas surpresas a vida lhe reserva, como um segredo do passado, envolvendo a patroa de sua mãe, que na verdade é sua tia biológica. Apoiada sobre as rodinhas do patins, ela vai descobrir o mundo, a música, os segredos, a força para realizar sonhos e o amor.
- Curiosidades: Depois do sucesso de "Violetta", a Disney, repetindo a parceria com a Pol-ka Produciones, estreou uma nova novela voltada para o público infanto-juvenil. Exibida no SBT sob a regência e responsabilidade do Disney Channel, vai ao ar de segunda a sexta, às 09h30, dentro do bloco "Mundo Disney". No domingo do dia 08/05 no "Mundo Disney", houve a apresentação especial do primeiro capítulo de "Sou Luna", uma forma da Disney Channel promover a trama.
- Elenco: Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Valentina Zenere, Michael Ronda, Malena Ratner, Agustín Bernasconi, Katja Martínez, Ana Jara, Jorge López, Chiarra Parravicini, Gastón Vietto, Lionel Ferro, Carolina Kopelioff, Luz Cipriota, Lucila Gandolfo, Rodrigo Pedreira, David Murí, Ana Carolina Valsagna, Diego Sassi Alcalá, Germán Tripel, Antonella Querzoli, Paula Kohan, Ezequiel Rodríguez, Caro Ibarra.
- Dubladores: Mariana Evangelista (Luna), Bruno Mello (Matteo), Ítalo Luiz (Simón), Priscilla Concepcion (Ámbar), Giulia de Brito (Nina), Maria Cláudia Cardoso (Monica), Alexandre Marconato (Miguel), Diego Marques (Nico), Vágner Fagundes (Pedro), Cecília Lemes (Sharon), Tarsila Amorim/Tess Amorim (Yam), Layra Campos (Delfina), Michele Zampieri (Jazmim), Kandy Kathy Ricci (Jim), Rosane Corrêa (Ana), Rapahel Ferreira (Gastón), Diego Lima (Ramiro), Priscila Franco (Tamara), César Marchetti (Rey), Felipe Grinan (Tino), Marcelo Salsicha (Cato), Gisa Della Mare (Amanda), Samira Fernandes (Flor), Luiza Porto (Daniela), Luiz Antônio Lobue (Roberto), Sérgio Corcetti (Ricardo)/TV Group Digital - SP.
- Produtor: Jorge Eldestein, Jorge Nisco e Martín Saban.
- Exibição no Brasil: SBT de 29/08/2016 a 16/12/2016, às 09h30 em 80 capítulos, dentro do bloco Mundo Disney.
- Produção/Distribuição: Disney Channel em co-produção com Pol-ka Produciones.
- Tema de abertura: "Alas", por Karol Sevilla.
- Formato: HDTV.
- Origem: Argentina, 2016.


Lágrimas de Amor
Corona de Lagrimas (SBT, 2016)
Protagonizada por Victoria Ruffo, narra os dramas e lutas de Regina, expulsa de casa pelo marido junto dos filhos. Passando por apuros, ela vai morar com as crianças num apartamento na capital, arruma um emprego modesto e deixa de tratar de um problema de vista para atender às necessidades dos três filhos: Patrício é ambicioso e estuda Direito sonhando com um futuro próspero; Edmundo é estudante de Medicina, porém, indisciplinado e isso pode lhe meter em enrascadas; Ignácio terminou o ensino médio e trabalha como mecânico para ajudar a mãe com as despesas da casa, além de auxiliar com as finanças dos estudos dos irmãos. O sofrimento, as lágrimas e o amor incondicional de mãe para com seus filhos.
- Curiosidades: Ana Bertha Espín e Ana Martín foram cotadas para o papel de Regina. Para encorpar a novela, o personagem Rômulo ganhou destaque e se tornou um vilão, que em comparação com as versões anteriores, era um mero coadjuvante. Vinda da TV Azteca, Adriana Louvier foi a grande revelação feminina: Olga foi um personagem difícil, à primeira vista uma moça arrogante e fútil, mas acabou humanizando e ganhando uma redenção. O belíssimo tema musical "Corona de Lagrimas", interpretado por Cristian Castro, foi escrito por ele especialmente para a novela. A trilha sonora traz "Llorar" da dupla Jesse y Joy num dueto com Mario Domm, incluindo "Como Soy", interpretado por Mane de la Parra. Em sua exibição pelo SBT, o nome da protagonista foi alterado de Refugio para Regina. Durante o período em que esteve no ar no canal de Silvo Santos, a novela teve tempo de arte que coube mais de um capítulo por dia, chegando a ter capítulos resumidos para acabar rapidamente. "Lágrimas de Amor" não teve substituta no SBT, tendo seu horário ocupado por "Querida Inimiga".
- Elenco: Victoria Ruffo, Alejandro Nones, Josemaría Torre Hütt, Mane de la Parra, Maribel Guardia, Ernesto Laguardia, Africa Zavala, Adriana Louvier, Lola Merino, Martha Julia, Arturo Carmona, Juan Carlos Casasola, Amairani, Raquel Garza, Erika García, Ulises de la Torre, Mauricio García Muela, Felipe Nájera, Fabiola Guajardo, Axel Rico, Elizabeth Guindi, Ilithya Manzanilla, Cassandra Sánchez Navarro, Mariluz Bermúdez, Carlos Girón, Pedro Moreno.
- Dubladores: Márcia Morelli (Regina), Duda Espinoza (Edmundo), Gustavo Berriel (Patrício), Rafael Schubert (Ignácio), Gabriela Medeiros (Olga), Angélica Borges (Lucero), Lina Rossana (Julieta), Manolo Rey (Rômulo), Andrea Murucci (Mercedes), Regina Maria Maia (Érika), Isis Koschdoski (Flor), Fernando Lopes (Augusto), Lhays Macêdo (Consuelo), Rita Lopes (Marina), Mauro Horta (Apolinário), Márcio Simões (Benjamin), Malta Júnior (Marco), Renan Vidal (Raul), Evie Saide (Sandra), Marcela Duarte (Margarida), Clécio Souto (José Antônio "Tonho"), Sabrina Miragaia (Norma), André Belizar (Isaías), Pietro Mario (Juiz Marrufo), Narjara Turetta/Fabiana Aveiro (Aurora), Flávia Saddy (Cassandra), Leonel Abrantes (Dr Gonçalo), Alfredo Martins (Juiz Gastão), Izabel Lira (Dra Délia), Tonia Mesquita (Zaida), Jessica Marina, Daniel Müller, Hércules Franco, Georgea Rodrigues, Vinícius Barros, Daniel Ávila, Ricardo Rossato, Amanda Borghetti, Gutemberg Barros, Marcelo Sandryni, Rodrigo Antas, Léo Rabelo, Roberta Nogueira, Cafi Baloussier, Gabriella Bicalho, Renato Rosenberg, Rafael Mezadri/RioSound - RJ.
- Produtor: José Alberto Castro.
- Exibição no Brasil: SBT de 03/10/2016 a 13/01/2017, às 17h15/17h30 em 75 capítulos.
- Produção/Distribuição: Televisa.
- Tema de abertura: "Corona de Lagrimas", por Cristian Castro.
- Formato: HDTV.
- Origem: México, 2012.


Ezel
(BAND, 2016)
Protagonizada Kenan İmirzalıoğlu e Cansu Dere, a trama narra a reviravolta de na vida de Ömer (İsmail Filiz), um rapaz de boa índole que se apaixona pela bela Eysan, uma moça que cresceu sendo isca das armações e golpes de seu pai. Certo dia, os amigos de Ömer, Ali e Cengiz, armam um roubo com o pai de Eysan e decidem colocar a culpa em Ömer. Ele vai a julgamento e Eysan é "obrigada" a depor o acusando, condenando o grande amor da sua vida a doze anos de prisão. Após um incêndio na cadeia, Ömer foge e é dado como morto, quando decide mudar de vida ao passar por uma transformação estética e de identidade, se transformando em Ezel Bayraktar. Ezel agora é um homem frio e calculista em busca de vingança pela traição de seus amigos e sua noiva.
- Curiosidades: É baseada no romance francês "O Conde de Montecristo" de Alexandre Dumas, clássico que inspirou diversos filmes e novelas. Foi fenômeno de audiência ao ser exibida em mais de 70 países. Em sua exibição original na Turquia, a primeira temporada foi exibida pela Show TV e a segunda, pela ATV. Substituiu "Sila: Prisioneira do Amor", mantendo a atriz Cansu Dere no ar continuamente na Band.
- Elenco: Kenan İmirzalıoğlu, Cansu Dere, Yiğit Özşener, Barış Falay, Tuncel Kurtiz, Haluk Bilginer, Burçin Terzioğlu, Sedef Avcı, Berrak Tüzünataç, Sarp Akkaya, Rıza Kocaoğlu, Bade İşcil, Güray Kip.
- Dubladores: Alexandre Marconato (Ezel), Fernanda Baronne (Eysan), Márcio Araújo (Cengiz), Marcelo Pissardini (Ali), Carlos Silveira (Serdar), Maira Paris (Sebnem), Arthur Machado (Tevfik), Leonardo José (Mumtaz), Cecília Lemes (Meliha), Márcio Marconato (Ömer), Theo Salomão (Yan Atay), Sandra Mara Azevedo (Nükhet), Mauro Ramos (Kamil), Hélio Vaccari (Ramiz), Luciana Baroli (Bahar), Douglas Guedes (Met), Patrícia Scalvi (Selma), Bruno Dias, Tatá Guarnieri, Sicilia Vidal, Giulia de Brito, Gabriel Martins, Luiza Viegas, Luiz Antônio Lobue/Wood Vídeo - SP.
- Produtor: Kerem Deren, Pınar Bulut/Kerem Çatay.
- Exibição no Brasil: BAND de 07/11/2016 - (no ar), às 20h20.
- Produção/Distribuição: Ay Yapim.
- Tema de abertura: Instrumental, por Toygar Işıklı.
- Formato: HDTV.
- Origem: Turquia, 2009 a 2011.


Querida Inimiga
Querida Enemiga (SBT, 2016)
Protagonizada por Ana Layevska, Carmen Becerra e Gabriel Soto, conta a história de duas meninas abandonadas num orfanato que crescem como se fossem irmãs, mas nem tanto assim. Lorena é simples e tem o sonho de se tornar uma grande chefe de cozinha, já Sara é materialista e tem muitas ambições. Lorena se despede do orfanato para se dedicar a estudar culinária e Sara aproveita um momento fálico da Madre Assunção para revirar os arquivos do orfanato, quando descobre que foi abandona no lixo e que Lorena, foi abandonada por Hortensia Armendariz, uma senhora amarga e de renome dona de um império da gastronomia. Sara se apresenta a Hortensia como sua neta exigindo seus direitos e o sobrenome. Enquanto isso, Lorena consegue emprego no restaurante de Hortensia e conhece o médico Alonso, que conquista seu coração e sua confiança. O que nenhuma das duas imagina é que neta e avó estão frente a frente.
- Curiosidades: Essa história original uniu novamente a produtora Lucero Suárez a dupla de escritores peruanos Pablo Serra e Érika Johanson. Lorena e Sara foram duas personagens muito bem construídas: a primeira era a típica mocinha batalhadora e simples, mas longe de ser chata e Sara, uma vilã competente que suava para suas armações darem certo. Ainda que Sara conseguisse enganar os Armendariz, as coisas que ela fazia nem sempre davam certo por muito tempo, o que trouxe uma visão mais realista da vida. A torcida do público fez com que Alonso não terminasse a novela ao lado de Lorena, mas sim com Ernesto, o personagem de Jorge Aravena que começou se estranhando e acabou apaixonado por Lorena. Um ponto negativo é que apesar da novela se passar no universo da gastronomia, faltou uma abrangência em imagens em relação a grandes pratos e receitas. María Rubío, a eterna Catalina Creel de "Ambição" (Cuna de Lobos), deu um show novamente como uma vilã, mas sem o perfil de assassina. Esta foi a melhor das produções de Lucero Suárez, uma novela tradicional, com toques de inovação e ousadia. No Brasil, demorou pra ser exibida e estreou numa quarta-feira devido ao Feriado de Proclamação da República no dia anterior.
- Elenco: Ana Layevska, Carmen Becerra, Gabriel Soto, María Rubío, Jorge Aravena, Héctor Ortega, Luz María Jerez, Socorro Bonilla, Alfonso Iturralde, Mauricio Aspe, Mike Biaggio, Marco Méndez, Luz Elena González, Luis Xavier, Dalilah Polanco, Bibelot Mansur, Patricia Martinez, Sharis Cid, Eduardo Rivera, Danna Paola, Alexandra Graña, José Carlos Femat, José Manuel Lechuga, Dobrina Cristeva, Jorge Ortín, Mariana Ávila, Nuria Bages.
- Dubladores: Mariana Torres (Lorena), Flávia Saddy (Sara), Clécio Souto (Alonso), Maria Helena Pader (Hortência), Eduardo Borgerth (Ernesto), Miriam Ficher (Bárbara), Márcia Morelli (Zulema), Oscar Henriques (Omar), Carlos Gesteira (Toribio), Ricardo Vooght (Jaime), Gabriella Bicalho (Diana), Mckeidy Lisita (Bruno), Marcos Souza (Lalo), Ronaldo Júlio (Dario), Ricardo Telles (Artur), Roberta Nogueira (Maria Eugênia), Natali Pazete (Rosalbina "Rose"), Bia Barros (Paula), Isabela Quadros (Jaqueline), Duio Botta (Juliano), Adriana Torres (Greta), Luisa Viotti (Valeria), Marlene Costa (Catarina), Fernando Mendonça (Vasco), Isabelle Cunha (Bettina), Ísis Koschdoski (Silvia), Hugo Myara (Ivan), Bruno Linhares (Raimundo), Camila Maia (Mônica), Rita Ávila (Patrícia "Patty"), Marize Motta (Yolanda), Carmen Sheila (Fanny), Hélio Ribeiro (Sr Jones), Nair Amorim (Madre Assunção), Juraciara Diácovo (Madre Trinidade), Vânia Alexandre (Madre Carmelita)/RioSound - RJ.
- Produtor (a): Lucero Suárez.
- Exibição no Brasil: SBT de 16/11/2016 - (no ar) às 16h45/16h15/17h15.
- Produção/Distribuição: Televisa.
- Tema de abertura: "Te ha Robado", por Manuel Mijares.
- Formato: SDTV.
- Origem: México, 2008.


VEM AÍ
- O que a vida me roubou (SBT)


>>>>>Clique aqui para visitar a primeira parte do post.
>>>>>Clique aqui para visitar a segunda parte do post.




Deixe seu comentário pra gente.
Obrigado pela visita e até a próxima!

| LISTÃO: AS NOVELAS BRASILEIRAS DO SBT

PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 03/05/2015, ÀS 13H57, PASSANDO POR NOVAS ALTERAÇÕES E EDIÇÃO CONFORME O TEMPO.
O SBT ficou muito famoso pelas diversas novelas mexicanas que eles exibiram durante esses mais de 30 anos. Desde 1982, eles passaram a apostar em fazer novelas: a maior parte, versões de histórias mexicanas e poucas, histórias de criação própria. Marcadas por grandes nomes no elenco, altos e baixos, sucessos e fracassos, ousadia em buscar novas formas de se firmar, confira as novelas que o SBT fez em toda sua história.

Destino (1982)
Protagonizada por Ana Rosa e Flávio Galvão, conta a história do casal Glória e Fernando, que tem de enfrentar a volta de uma ex-namorada do marido e em seguida, o desaparecimento de um de seus filhos.
- Curiosidade: Primeira novela produzida e exibida pelo SBT. Apresentando uma narrativa "diferente", excluiu as tramas paralelas e focou nos personagens principais. Ulisses Bezerra e Wendel Bezerra eram tanto irmãos na novela como na vida real.
- Elenco: Ana Rosa, Flávio Galvão, Tânia Regina, Denis Derkian, Ricardo Blat, Amilton Monteiro, Guy Loup, Ruthinéia de Moraes, 
- Autoria: Baseado na obra de Marisa Garrido, escrita por Raymundo Lopes e Crayton Sarzy.
- Direção: Waldemar de Moraes, Renato Petrauskas e David Grinberg.
- Exibição: 05/04/1982 a 29/05/1982, às 18h50 em 55 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Reprises: 1983 (22/08/1983 a 18/11/1983, às 14h30 em 65 capítulos) e 1991 (12/04/1991 a 10/05/1991, às 15h30 de segunda a sábado).

A Força do Amor (1982)
Protagonizada por Suzy Camacho e Angelina Muniz, conta a história de Letícia, filha de um fazendeiro que despreza José Antônio que a ama. Sua amiga Hilda, é pobre e sonha em ser bailarina clássica, mas quem sempre a ajuda com os "custos do seu sonho" é Letícia. A relação de amizade é estremecida quando Hilda conhece José Antônio e se apaixona por ele.
- Elenco: Suzy Camacho, Paulo Castelli, Angelina Muniz, Percy Aires, Yara Lins, Elisabeth Hartmann, Roberto Orosco, Lia de Aguiar, Annamaria Dias. 
- Autoria: Baseado na obra de Marissa Garrido, escrita por Raimundo Lopes.
- Direção: Waldemar de Moraes.
- Exibição: 31/05/1982 a 13/08/1982, às 19h50 em 62 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "A Força do amor", por Adriano.
- Reprises: 1983 (22/08/1983 a 18/11/1983 em 65 capítulos) e 1990.

A Leoa (1982)
Protagonizada por Maria Estela e Luiz Parreiras, conta a história de Alice, uma mulher casada com Júlio, um homem fraco e sonhador. A filha do casal é Maria, apegada ao pai. Aos poucos, Alice começa a mudar de vida, abandonando o lar e se transformando numa mulher de negócios bem sucedida, para dar o melhor a sua filha.
- Curiosidades: Era para ter estreado em 09/08/1982, mas horas antes da estreia, teve o primeiro capítulo censurado - época da Ditadura Militar. Não houve solução e a estreia foi adiada para a outra semana.
- Elenco: Maria Estela, Luiz Parreiras, Suzy Camacho, Maria Aparecida Baxter, Paulo Castello, Marta Volpiani, Amilton Monteiro.
- Autoria: Baseado na obra de Marissa Garrido, escrita por Crayton Sarzy e Raimundo Lopes.
- Direção: Waldemar de Moraes, Renato Petrauskas e David Grinberg.
- Exibição: 16/08/1982 a 26/10/1982, às 19h00 em 68 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Leoa", por Rosicleide.
- Reprises: 1985, 1991.

Conflito (1982)
Protagonizada por Ana Rosa e Jonas Mello, conta a história do casal milionário Altamirano, Miguel e Rosa, que não aceitam o casamento do filho com uma das empregadas da empresa e se negam a conhecer os netos. 
- Elenco: Ana Rosa, Jonas Mello, Wilson Fragoso, Percy Aires, Lourdes Mayer, Arlete Montenegro, Ruthnéia de Moraes.
- Autoria: Baseada na obra de Marissa Garrido, escrita por Suzana Colonna.
- Direção: Renato Petrauskas, Waldomiro Barone, Waldemar de Moraes.
- Exibição: 29/10/1982 a 10/01/1983, às 19h00 em 65 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Sing Lowder Little River", por Jayson Lindh.
- Reprise: 1984 (13/02/1984 a 11/05/1984, às 14h00).

O Espantalho (1983)
Protagonizada por Theresa Amayo, Jardel Filho e Fábio Cardoso, se passa na cidade litorânea Guaianá, onde o banho na praia acaba sendo proibido devido ao alto índice de poluição das águas. É uma luta entre o prefeito Breno que interdita a praia pelo bem de todos, enquanto Rafael, o vice-prefeito, quer que isso acabe, a fim de promover o turismo na região e se beneficiar através do seu hotel na cidade.
- Curiosidades: Foi exibida originalmente pela Record em 1977 e exibida pela TV Tupi em 1979 e pelo SBT em 1983.
- Elenco: Jardel Filho, Nathália Timberg, Fábio Cardoso, Esther Góes, Theresa Amayo, Rolando Boldrin, Hélio Souto.
- Autoria: Escrita por Ivani Ribeiro.
- Direção: José Miziara e David Grinberg.
- Exibição: 17/01/1983 a 21/03/1983, às 20h00 
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Festa no Mar", por Rolando Boldrin.

Sombras do Passado (1983)
Protagonizada por Thaís de Andrade e Fausto Rocha Jr, conta a história de Reinaldo, um pintor que ao perder a esposa, entra em processo de amnésia. Ele acaba encontrando a felicidade ao lado de um grupo circense e da bela Isa, a domadora de leões do circo. Mas ele acaba recuperando a memória e voltando à sua vida normal, esquecendo Isa.
- Curiosidades: Com um elenco bem escalado e bem produzida, a novela levantava o mágico mundo circense.
- Elenco: Fausto Rocha Jr, Thaís de Andrade, Annamaria Dias, Wilson Fragoso, Ricardo Blat, Carlos Koppa, Guy Loup, Marcelo Gastaldi.
- Autoria: Baseado na obra de Marissa Garrido, escrita por Tito di Miglio.
- Direção: David Grinberg, Renato Petrauskas e Waldemar de Moraes.
- Exibição: 12/01/1983 a 23/03/1983, às 19h00 em 71 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Sombras do Passado", por Luis Ricardo.

Acorrentada (1983)
Protagonizada por Denise del Vecchio, Hélio Souto e Jonas Mello, conta a história de Laura, uma mulher que passou 10 anos internada em um sanatório. Ao sair se casa com Maurício, um homem que só está interessado em sua fortuna. Desiludida, ela retorna ao sanatório e pede ajuda ao Dr. Carlos.
- Elenco: Denise del Vecchio, Jonas Mello, Hélio Souto, Yara Lins, Elizabeth Gasper, Lourdes Rocha, Elias Gleizer.
- Autoria: Baseada na obra de Marissa Garrido, escrita por Henrique Lobo.
- Direção: David Grinberg, Renato Petrauskas, Waldemar de Moraes.
- Exibição: 21/03/1983 a 22/05/1983, às 20h50  em 63 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Destinies of Love", por Stephen Schlaks.
- Reprises: 1986, 1991 (11/05/1991 a 16/08/1991, às 15h30 de segunda a sábado).


A Ponte do Amor (1983)
Protagonizada por Selma Egrei e Fábio Cardoso, conta a história de Carlos, um escritor que se vê divido entre duas mulheres muito parecidas: Ângela e Mireya. Ele acaba descobrindo que elas são a mesma pessoa, que Ângela possui dupla personalidade.
- Elenco: Selma Egrei, Fábio Cardoso, Paulo Ramos, Arlete Montenegro, Analy Alvarez, Marta Volpiani.
- Autoria: Baseada na obra de Marissa Garrido, escrita por Aziz Bajur e Tito di Miglio.
- Direção: David Grinberg, Renato Petrauskas, Waldemar de Moraes.
- Exibição: 25/03/1983 a 21/05/1983, às 19h00 em 58 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "A Ponte do amor", por Lílian.

A Justiça de Deus (1983)
Protagonizada por Ana Rosa, Fausto Rocha e Thaís de Andrade, conta a história de duas mulheres que dão à luz no mesmo dia e no mesmo hospital. Um dos bebês nasce saudável, enquanto o outro vem ao mundo com problemas nas pernas. É proposta uma troca de bebês, que ocorre conforme o pedido. Mas no final das contas, essas duas mulheres acabaram se encontrando e a verdade virá a tona.
- Elenco: Ana Rosa, Fausto Rocha Jr, Thaís de Andrade, Paulo Castelli, Suzy Camacho.
- Autoria: Baseada na obra de Marissa Garrido, escrita por Crayton Sarzy e Amilton Monteiro.
- Direção: David Grinberg, Renato Petrauskas e Waldemar de Moraes.
- Exibição: 19/05/1983 a 30/07/1983, às 20h50 em 65 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "A justiça de Deus", por Sônia Maya.
- Reprise: 1984.

Pecado de Amor (1983)
Protagonizada por Denise Del Vecchio e Renato Master, conta os dramas de Helga e do filho César, que perdeu a visão devido à morte do pai, Antônio. Buscando uma nova vida, Helga se envolve com pessoas inescrupulosas e participa de um falso casamento. No final, ascende socialmente e se vinga de todos que a fizeram sofrer.
- Curiosidades: A novela teve uma baixa audiência, mas também era impossível competir com "Guerra dos Sexos" na Rede Globo.
- Elenco: Denise del Vecchio, Vinícius Militello, Renato Master, Márcio Luca, Rogério Márcico.
- Autoria: Baseada na obra de Marissa Garrido, escrita por Henrique Lobo.
- Direção: Antonino Seabra.
- Exibição: 25/05/1983 a 23/07/1983, às 19h00 em 52 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Pecado de Amor", por Mário Lúcio.
- Reprise: 1985.

Razão de Viver (1983)
Protagonizada por Kate Hansen e Mário Cardoso, conta os problemas da atriz Olívia Rinaldi nas vidas pessoal e profissional, principalmente em relação à filha, Ester, que está doente. Ao conhecer o pianista Jonas, Olívia encontra compensação no amor. Porém, seu ex-marido entra em contato com a filha, e a atriz enfrenta novos problemas.
- Elenco: Kate Hansen, Mário Cardoso, Tetê Pritzl, Umberto Magnani, Isadora de Faria, Henrique César, Tereza Teller, Aldine Müller.
- Autoria: Baseada na obra de Marissa Garrido, escrita por Waldir Wey.
- Direção: David Grinberg e Waldemar de Moraes.
- Exibição: 25/07/1983 a 20/09/1983, às 19h00 em 50 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Red Roses for a Blue Lady", por 
- Reprise: 1984.

O Anjo Maldito (1983)
Protagonizada por Elaine Cristina e Ênio Gonçalves, conta a história das irmãs Débora e Laura. Elas brigam e entram em conflito por causa das maldades de Débora. Maldade que faz Débora se infiltrar na mansão do milionário viúvo Tomás, pai de dois filhos que são apaixonados por Laura.
- Elenco: Elaine Cristina, Reny de Oliveira, Ênio Gonçalves, Tony Ferreira, Mirian Pires.
- Autoria: Baseada na obra de Luiza Xamar, escrita por Mauro Gianfrancesco.
- Direção: Jacques Lagoa.
- Exibição: 01/08/1983 a 12/11/1983, às 19h00 em 90 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Enchantment", por Cesana & Orchestra.
- Reprise: 1984.


Vida Roubada (1983)
Protagonizada por Suzy Camacho, Fausto Rocha Jr e Eliane Giardini, conta a história de Alice, que assume a personalidade de sua amiga Hilda e vai morar com sua família. Acontece que o passado de Hilda deixou muitos traumas, que Alice terá que pagar. Mas tudo acaba quando Hilda retorna para assumir o seu lugar.
- Curiosidades: Primeira tentativa do SBT de aumentar a duração das suas novelas, antes com três meses no ar e esta, que ficou quase oito meses no ar. 
- Elenco: Suzy Camacho, Fausto Rocha Jr, Eliane Giardini, Thaís de Andrade, Maria Estela, Rogério Márcico, Ana Rosa, Maria Luiza Castelli, Antônio Petrin, Mário Cardoso, Yara Lins.
- Autoria: Baseada na obra de Marissa Garrido, escrita por Raimundo Lopes.
- Direção: Antonino Seabra, Eduardo Linardi, Waldemar de Moraes.
- Exibição: 14/11/1983 a 07/06/1984, às 19h00 em 178 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Vida Roubada", por Altemar Dutra.
- Reprise: 1985.

Meus Filhos, Minha Vida (1984)
Protagonizada por Miriam Pires, Dênis Derkian, Carlo Briani e Raymundo de Souza, conta o drama da batalhadora Luzia Santos Silva, uma viúva que criou sozinha e sustentou com grande dificuldade seus três filhos e sofre ao vê-los seguir maus caminhos. Apesar das provações pelas quais passa, ela tenta ajudar André, Pedro e Mário. Ela passou toda a sua vida se dedicando somente aos seus filhos e sofrerá muito por cada um deles, como toda mãe sofre.
- Elenco: Mirian Pires, Denis Derkian, Carlo Briani, Raymundo Souza, Claudia Alencar, Sônia de Paula, Patrícia Scalvi, Roberto Scudero, Helena Ramos, Eliani Giardini.
- Autoria: Escrita por Ismael Fernandes, Henrique Lobo e Crayton Sarzy.
- Direção: Antonino Seabra, Jardel Mello, Henrique Lobo.
- Exibição: 08/06/1984 a 08/03/1985, às 19h45, em 237 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Obrigado meu Deus", por Agnaldo Rayol.
- Reprise: 1990.

Jerônimo (1984)
Protagonizada por Francisco Di Franco e Suzy Camacho, conta a história de uma cidade do interior paulista, é dominada pelo Coronel Saturnino Bragança, rico fazendeiro que toma terras e obriga outros fazendeiros a entregarem suas propriedades, com a ajuda de seus capangas, alegando que suas escrituras são falsas. Todos temem o coronel, inclusive o prefeito. Por isso, apenas um misterioso cavaleiro escondido na mata é capaz de ajudar a população da cidade. Esse cavaleiro é Jerônimo que, ao lado da noiva Aninha e do moleque Saci, enfrenta as injustiças sociais, pondo os inimigos a correr a toque de bala.
- Elenco: Francisco di Franco, Suzy Camacho, Eduardo Silva, Jofre Soares, Felipe Lovat, Jussara Freire, Josmar Martins, Marcos Caruso, Paulo Hesse, Amilton Monteiro, Guy Loup.
- Autoria: Moisés Weltman com supervisão de Crayton Sarzy.
- Direção: Antonino Sebra.
- Exibição: 05/11/1984 a 02/03/1985, às 18h00 em 102 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Jerônimo", por Gilberto Santamaria.
- Reprise: 1991 (07/01/1991 a 02/03/1991, às 18h00, de segunda a sábado).

Jogo do Amor (1985)
Protagonizada por Jorge Dória, Rosamaria Murtinho e Ilka Soares, conta a história de Otávio, dono de uma rede de hóteis que firma uma parceria com uma agência de turismo.
Ao fechar o contrato, Otávio acaba trazendo de volta seu passado nebuloso e caindo em desgraça.
- Elenco: Jorge Dória, Rosamaria Murtinho, Ilka Soares, Jonas Mello, Thaís de Andrade, Kito Junqueira, Monique Lafond, Ana Maria Nascimento e Silva, Matheus Carrieri, Berta Zemmel, Célia Helena, Henrique Bonifácio.
- Autoria: Aziz Bajur com colaboração de José Rubens Siqueira.
- Direção: Antonino Seabra.
- Exibição: 11/03/1985 a 03/08/1985, às 19h45 em 126 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Jogo do amor", por The Fevers.
- Reprise: 1987.

Uma Esperança no Ar (1985)
Protagonizada por Angelina Muniz e Celso Frateschi, conta a história de Rui, um homem que torna-se um deficiente visual e físico após uma decepção amorosa. A culpa recai sobre sua namorada, a caprichosa Ana, que é obrigada a abandonar a cidade comandada pelo rígido Daniel.
- Elenco: Celso Frateschi, Angelina Muniz, Edney Giovenazzi, Eliane Giardini, Mário Cardoso, David Cardoso, Cleyde Yáconis, Geórgia Gomide, Elias Gleizer, Lúcia Mello.
- Autoria: Amilton Monteiro, Dulce Santucci, Ismael Fernandes, Crayton Sarzy.
- Direção: Jardel Mello.
- Exibição: 05/08/1985 a 15/02/1986, às 19h45 em 168 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Bola de Cristal", por Fagner.

Cortina de Vidro (1989)
Protagonizada por Herson Capri, Betty Goffman e Sandra Annenberg, conta a história de Frederico Stuart, um milionário que se passa de pobretão para se aproximar de Branca, uma jovem bailarina. Mas esse disfarce acaba o aproximando da operária Ângela.
- Curiosidades: Foi uma produção independente da Miksom com a AVP, a primeira exibida na TV brasileira. A cortina de vidro do título se referia ao edifício Dacon, em São Paulo, nas esquinas das avenidas Faria Lima e Cidade Jardim, era lá que a história estava centralizada – e sua produção. O autor decidiu mudar tudo em certo ponto e realizou uma catástrofe ficcional de fazer inveja ao furacão criado por Janete Clair em "Anastácia, a Mulher Sem Destino" (Globo, 1967), e à explosão do shopping de "Torre de Babel" (Globo, 1998): o prédio é destruído num incêndio, muitos personagens morrem e a trama muda de pólo. Durante a exibição da novela, Odilon Wagner estava no ar na minissérie "República" da Globo, no ar ao mesmo tempo em duas emissoras diferentes. Com a baixa audiência, muitos atores como Jayme Periard, Liza Vieira, Betty Goffman, Aldine Müller e entre outros, abandonaram a novela. Famosa após fazer parte do "Pânico na TV" (RedeTV!), Sabrina Sato deu vida à personagem Meg. Ao som de uma ousada música de Jane Duboc, a abertura mostrava a masturbação feminina e focava na independência da mulher. Muitos atores saíram de "O Salvador da Pátria" e correram assinar com a Miksom para participar de "Cortina de Vidro". Hoje âncora de telejornal da Globo, Sandra Annenberg protagonizou esta novela ao lado de Herson Capri. Próximo ao final, acontece uma das maiores ousadias na história da telenovela: Arnon Balakian (Antônio Abujamra) estupra a própria filha, Michele (vivida por Carola de Oliveira), o que causou um grande impacto, mas longe de sucesso.
- Elenco: Herson Capri, Betty Gofman, Sandra Annenberg, Antônio Abujamra, Carola de Oliveira, Ester Góes, Débora Duarte, Gianfrancesco Guarnieri, John Herbert, Jayme Periard, Adriano Reyes, Norma Blum, Cláudio Curi, Aldine Müller, Nicole Puzzi, Sérgio Mamberti, Matilde Mastrangi, Odilon Wagner, Kate Hansen, Ângela Figueiredo.
- Autoria: Walcyr Carrasco, com colaboração de Miguel Filiage, argumento de Guga de Oliveira.
- Direção: John Herbert, Álvaro Fugulin e Guga de Oliveira.
- Exibição: 23/10/1989 a 05/05/1990, às 19h45 em 168 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Prazer sem fim", por Jane Duboc.


Brasileiras e Brasileiros (1990)
Protagonizada por Edson Celulari, Fúlvio Stefanini, Carla Camurati e Lucélia Santos, a história se passa na periferia de São Paulo, onde Ângelo está pensando em voltar para a luta-livre. Ao unir-se com Totó, os dois resolvem promover um ringue de luta-livre para mulheres, o Duras na Queda. É quando entram Tereza de Ogum, Alma e Arlete, sempre cerceadas pela Liga Pela Moral e Pela Virtude, a Limovi, liderada pelo moralista Coriolano.
- Curiosidades: Focar na camada pobre da sociedade se resultou no grande desastre que resultou esta novela, a começar pelo horário que mudou diversas vezes e os anunciantes que fugiram. Isadora Ribeiro, em sua primeira novela, depois de aparecer nas aberturas de "Tieta" e do "Fantástico", fez parte do núcleo da luta livre feminina, algo triste de se ver. A novela chegava a 3 pontos de audiência. O título "Brasileiras e Brasileiros" era uma referência ao ex-presidente José Sarney, que começava seus discursos com esses dizeres. Foi uma co-produção do SBT em parceria com a Miksom.
- Elenco: Edson Celulari, Fúlvio Stefanini, Carla Camurati, Lucélia Santos, Rubens de Falco, Ney Latorraca, Isadora Ribeiro, Alexandra Marzo, Márcia Dornelles, Daniel Dantas, Laerte Morrone, Jacqueline Laurence, Antonio Calloni, Walderez de Barros, Marcelo Serrado, Rosi Campos, Zezeh Barbosa, Andréa Avancini, Ana Lúcia Torre.
- Autoria: Carlos Alberto Soffredini e Walter Avancini, com Claudia Dalla Verde, Tacus e Perito Monteiro.
- Direção: Roberto Vignati, Antonino Seabra, Carlos Nascimbeni, Walter Avancini.
- Exibição: 05/11/1990 a 14/05/1991, às 19h00/18h00/18h30/17h30/20h00 em 151 capítulos.
- Formato: SDTV. 
- Tema de abertura: "Disputa de Poder".

Éramos Seis (1994)
Protagonizada por Irene Ravache, Othon Bastos e grandioso elenco, narra o cotidiano da vida de Dona Lola, ao lado do marido Júlio e dos quatro filhos, Carlos, Alfredo, Isabel e Julinho, desde quando estes eram pequenos até a idade adulta, quando Dona Lola termina seus dias sozinha numa casa para idosos.
- Curiosidades: Considerada a obra mais primorosa da teledramaturgia do SBT, que contou com um elenco de primeira linha, fez um enorme sucesso chegando a dar mais de 20 pontos em horário nobre, competindo com a Globo. Em 1994, com a contratação do diretor Nilton Travesso, o SBT decidiu investir pesado em teledramaturgia nacional com produções caprichadas. Foi a quarta versão da história de Dona Lola que chegava à televisão brasileira. Numa estratégia sábia, o SBT adiou em uma semana a estreia de "Éramos Seis", por causa da morte do piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna: com todos os canais de TV transmitindo imagens sobre o acontecimento, uma estreia de novela não seria bem recebida. No horário inicialmente anunciado para a estreia, Irene Ravache deu um depoimento dizendo que a novela não poderia ir ao ar num momento tão triste para a população brasileira (sobre a morte de Ayrton Senna). "Éramos Seis" começava imediatamente após a apresentação da novela das sete horas na Globo, "A Viagem", e o capítulo do dia era reprisado mais tarde, logo após a novela global das oito, "Fera Ferida", uma estratégia do SBT que permitia aos telespectadores assistir às novelas da emissora concorrente para depois trocar de canal e acompanhar "Éramos Seis". Foi a primeira produção do SBT na Via Anhangüera (Futuro CDT/SBT que ainda estava em construção), onde foram gravadas as externas na cidade cenográfica especialmente construída – num investimento de mais de 2 milhões de dólares – ,e que tinha também, alguns ambientes reproduzindo o que havia de cenário nos estúdios no bairro do Sumaré (antiga Rede Tupi) que foram reformados pelo SBT para gravar a novela. Francisca Lopes interpretou neste remake a mesma personagem que havia vivido na versão de 1977 da novela: Durvalina, a empregada de Dona Lola. Ao final de cada capítulo, ao invés de exibir as cenas do próximo, era apresentado um diálogo de algum personagem da trama com o telespectador, onde o personagem olhava diretamente para a câmera e falava de seus problemas na história. Na noite do dia 05/12/1994, o SBT, após a exibição do último capítulo de "Éramos Seis", apresentou um especial que reuniu o elenco da novela que terminara com o elenco da trama substituta, "As Pupilas do Senhor Reitor", que estrearia no dia seguinte. Apresentado ao vivo por Hebe Camargo, o programa foi transmitido diretamente do Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo.
- Elenco: Irene Ravache, Othon Bastos, Jandir Ferrari, Tarcísio Meira, Luciana Braga, Leonardo Brício, Jussara Freire, Paulo Figueiredo, Denise Fraga, Osmar Prado, Jandira Martini, Marcos Caruso, Marco Ricca, Bete Coelho, João Vitti, Yara Lins, Nathália Timberg, Wilma Aguiar, Mayara Magri, Luciene Adami, Antônio Petrin, Angelina Muniz, Maria Estela, Umberto Magnani, Nina de Pádua, Flávia Monteiro, Elizângela, Chica Lopes, Paulo Hesse, Cláudia Mello, Régis Monteiro, Rooberto Arduini, Rosi Campos, Clarisse Abujamra, Ana Paula Arósio, Otaviano Costa, Caio Blat, Wagner Santisteban. 
- Autoria: Baseada no romance de Maria José Dupré, escrita por Sílvio de Abreu e Rubens Ewald Filho.
- Direção: Del Rangel, Henrique Martins, Nilton Travesso.
- Exibição: 09/05/1994 a 05/12/1994, às 19h45 em 180 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: Instrumental.
- Reprise: 2001 (22/01/2001 a 23/05/2001, às 18h00 em 87 capítulos).

As Pupilas do Senhor Reitor (1994)
Protagonizada por Juca Oliveira, Débora Bloch e Luciana Braga, se passa na aldeia de Póvoa de Varzim, em Portugal, e conta a partir da morte do pai de Margarida(Guida), a ida da menina para viver com sua meia-irmã Clara, filha de sua madrasta. A madrasta morre e confere a educação das meninas ao Padre Antônio, o Senhor Reitor. A partir daí o Reitor começa a cuidar das duas mocinhas.
- Curiosidades: A novela era exibida às 19h45 e depois, o capítulo era reprisado às 21h40. Foi a única novela fora da Globo dos atores Débora Bloch e Eduardo Moscovis. Foi reprisada em 2006 e cancelada depois de 4 capítulos exibidos com audiência insatisfatória, tendo o SBT alegado problemas com direitos autorais na trilha sonora, tentando justificar tirar a novela do ar. Com uma produção caprichada e de sucesso, "As Pupilas do Senhor Reitor" foi o projeto de continuar a boa fase da teledramaturgia do canal de Silvio Santos.
- Elenco: Juca de Oliveira, Débora Bloch, Luciana Braga, Eduardo Moscovis, Tuca Andrada, Elias Gleizer, Luiz Carlos Arutim, Daniela Camargo, Cláudio Fontana, Denise Del Vecchio, Jofre Soares, Valéria Alencar, Ana Lúcia Torre, Cláudia Mello, Miriam Mehler, Rogério Márcico, Roberto Bomtempo, Lu Grimaldi, Cláudio Curi, Oscar Magrini, Caio Blat, Joana Fomm, Elizângela, Lucinha Lins, Renato Borghi, Rosamaria Murtinho, Paulo Goulart.
- Autoria: Baseada no romance de Júlio Diniz, escrita por Lauro César Muniz, com Bosco Brasil, Ismael Fernandes, Analy A. Pinto, Aziz Bajur e Zeno Wilde, com supervisão de Chico de Assis.
- Direção: Del Rangel, Henrique Martins e Nilton Travesso.
- Exibição: 06/12/1994 a 08/07/1995, às 19h45 em 186 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Canção do Mar", por Dulce Pontes.
- Reprises: 2006 (11/12/2006 a 15/12/2006, às 19h00 em 4 capítulos - cancelada), 2007 (07/05/2007 a 03/08/2007, às 15h15/16h00 em 65 capítulos).

Sangue do Meu Sangue (1995)
Protagonizada por Jaime Periard, Tarcísio Filho, Lucinha Lins, Bia Seidl, Osmar Prado e grande elenco, a história se passa no Brasil do século XIX, quando Clóvis Camargo, com medo de ser descoberto pelo desfalque que causou no banco, faz com que o funcionário que poderia incriminá-lo, Carlos, sofra um acidente com uma bomba. Porém, sem que ninguém saiba, ele sobrevive, mas não lembra da mulher e dos filhos.
- Curiosidades: Jayme Periard, que interpretou Carlos, era pai do personagem de Tarcísio Filho, sendo que Tarcísio era quatro anos mais novo que ele na vida real. A brilhante atuação de Osmar Prado como o vilão Clóvis Camargo lhe rendeu o prêmio de Melhor Ator no Troféu Imprensa, em 1996, sendo o único ator do SBT a ganhar esta categoria da premiação. Escrita inicialmente por Rita Buzzar e Paulo Figueiredo, a trama não agradou Vicente Sesso, o autor da versão original de 1969, que acabou assumiu a autoria da novela. Com a mudança de autor, a abertura, que mostrava a libertação dos escravos, foi alterada para uma em que o foco era a cidade cenográfica. O SBT fez um investimento dos grandes: contou com a assessoria histórica de Ana Luiza Martins Camargo de Oliveira, historiadora da Secretaria de Estado da Cultura, além de um orçamento superior ao das antecessoras, U$$ 42 Mil por capítulo. 
- Elenco: Jayme Periard, Tarcísio Filho, Bia Seidl, Lucélia Santos, Osmar Prado, Lucinha Lins, Rúbens de Falco, Delano Avelar, Cláudia Provedel, Cacá Rosset, Othon Bastos, Denise Fraga, Rubens Caribé, Bete Coelho, Suzy Rêgo, Guilherme Leme, Ângela Figueiredo, Ewerton de Castro, Paulo Figueiredo, Marcos Caruso, Magali Biff, Vera Zimmerman, Flávia Monteiro, Jandir Ferrari, Jussara Freire, Luiz Guilherme, Angelina Muniz, Chica Lopes, Gésio Amadeu, Kadu Karneiro, Marcela Muniz, Marco Antônio Pâmio, Jandira Martini, Luiz Serra, Luiz Bacceli, Yara Lins, Elisa Lucinda, Rogério Márcico, Tônia Carrero, Irene Ravache.
- Autoria: Baseada na obra de Vicente Sesso, foi escrita por Rita Buzzar, Paulo Figueiredo e substituídos pelo próprio Vicente Sesso, com colaboração de Ecila Pedroso.
- Direção: Henrique Martins, Antonino Seabra, Del Rangel e Nilton Travesso.
- Exibição: 11/07/1995 a 04/05/1996, às 20h00 em 257 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: Instrumental.

Colégio Brasil (1996)
Protagonizada por Giuseppe Oristânio, Taumaturgo Ferreira, Ana Kutner, Maria Padilha, a novela narra o dia-a-dia no Colégio Brasil, os alunos e sua relação com o professor, as relações no ambiente de trabalho e os dilemas da vida.
- Curiosidades: Produzida pela produtora independente JPO Produções. Marcado como um dia importante no SBT, "Colégio Brasil" estreou no mesmo dia que "Antônio Alves, Taxista" e "Razão de Viver". Primeira experiência de Yoya Wursch como autora de novelas, que procurou mostrar com um tom lúdico e singelo, a realidade dos adolescentes brasileiros. A novela acabou antes do previsto graças a um desentendimento de Silvio Santos com a JPO. Em 1999, quando a Globo mudou "Malhação" da academia de ginástica para uma escola, passou a utilizar temática semelhante a que "Colégio Brasil" usava. A novela chegou a conquistar bons índices de audiência, mas, infelizmente, mudava muito de horário. Apesar de ser recebida positivamente, foi criticada por Rogério Durst, do jornal O Globo, por falta de dicção do elenco. Contou com canções interpretadas por Tom Jobim, João Marcelo Bôscoli, Adriana Calcanhoto e Djavan. No total, a JPO Produções gastou cerca de U$$ 4 milhões com a trama.
- Elenco: Edwin Luisi, Ana Kutner, Gustavo Haddad, Giuseppe Oristânio, Maria Padilha, Patrícia de Sabrit, Alfonso Nigro, Ítala Nandi, Taumaturgo Ferreira, Jerusa Franco, Walesca Praxedes, Fausto Maule, Benito Carmona, Lorena Nobel, Paloma Bernardi, Miriam Mehler, Sofia Papo, Henri Pagnocelli, Cláudia Lira, José Américo Magnoli, Ângela Figueiredo, Jandir Ferrari, Andréa Dietrich, Arnaldo Barone, Émerson Muzelli.
- Autoria: Yoya Wursch com argumento de Roberto Talma.
- Direção: Roberto Talma e José Paulo Vallone.
- Exibição: 06/05/1996 a 20/09/1996, às 18h30/18h00 em 117 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Chovendo na Roseira", por Mônica Salmaso. 

Antônio Alves, Taxista (1996)
Protagonizada por Fabio Jr. e Guilhermina Guinle, conta a história do taxista aspirante a cantor Antônio Alves, que sai de Florianópolis e vai tentar a vida em São Paulo. Ele conhece e se apaixona por Mônica, uma garota de 18 anos, filha de um milionário, que faz o que pode para ajudá-lo na carreira de cantor.
- Curiosidades: Foi um marco por ser o primeiro intercâmbio de produção de teledramaturgia no Mercosul. Os atores (em um total de 26 fixos) eram contratados do SBT, mas a gravação acontecia em Buenos Aires, na Argentina sob responsabilidade da produtora independente Ronda Studios. A novela não se chamaria "Antônio Alves", mas foi uma homenagem ao pai de Fábio Jr, à pedido do ator, que era taxista. Foi a volta de Fábio Jr às novelas, desde "Pedra sobre Pedra" em 1992 na Globo. Estreia de Rodrigo Faro nas novelas. O par de Fábio Jr na novela que seria ninguém menos que a atriz Sônia Braga, rompeu com a equipe semanas antes da estreia e com gravações em andamento, sendo substituída por Guilhermina Guinle. Um dia antes da estreia, coube ao próprio Gugu divulgar as novas novelas da casa no "Domingo Legal": Roberto Talma foi ao palco falar de "Colégio Brasil"; Nilton Travesso fez o mesmo com "Razão de Viver" e como "Antônio Alves Taxista" era na Argentina, coube ao jornalista Rodolpho Gamberini (seu primeiro trabalho no SBT) entrar por link ao vivo no programa para apresentar todo o elenco por lá e os bastidores da trama, inclusive quando entrevistava Fábio Jr, houve problemas técnicos no link e não voltaram mais de lá, o que gerou a conversa de que isso foi de propósito para dar mais destaque às tramas feitas no Brasil. A novela é distribuída pela Sato Company. Soube-se, que na época, o casal protagonista (Guilhermina Guinle e Fábio Jr) promoveu um festão para a estreia da novela na Argentina e que a cada 10 minutos ligavam para o SBT para saber os números da estreia. Estreou com 13 pontos, mas não manteve o ritmo, talvez diante de eventos como a Copa do Mundo ou pela péssima qualidade: o texto era ruim, assim como a iluminação escura demais e problemas com áudio, além de atuações pouco convincentes. Foi um fracasso que saiu do ar antes do esperado. Assim como costumavam ter os capítulos reprisados às 21h40, o SBT parou com esse "costume" quando a história do taxista caiu e foi um fiasco. A versão original se chama "Rolando Rivas, Taxista", escrita por Alberto Migré.
- Elenco: Fábio Jr, Guilhermina Guinle, Elaine Cristina, Branca de Camargo, Paulo Figueiredo, Edney Giovenazzi, Daniela Camargo, Antônio Abujamra, Eliete Cigaarini, Serafim González, Rubens Caribé, Cláudia Santos, Paulo Celestino Filho, Vanessa Alves, Rosaly Papadopol, Marcela Altberg, Andréa Richa, Murilo Rosa, Débora Olivieri, Rodrigo Faro, Gabriela Foganholi, Adriane Galisteu. 
- Autoria: Baseada na obra de Alberto Migré, escrita/traduzida por Ronaldo Ciambroni.
- Direção: Jorge Monteiro - produzida pela Ronda Studios em Buenos Aires.
- Exibição: 06/05/1996 a 10/08/1996, às 20h00/20h15 em 82 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Defesa", por Fábio Jr.
- Reprise: 1996 (18/11/1996 a 29/11/1996, às 12h30 em Horário Local, cancelada após 10 capítulos exibidos).

Razão de Viver (1996)
Protagonizada por Irene Ravache, conta a história de Luzia Santos Silva, uma dedicada mãe de três filhos, que faz tudo para vê-los felizes. André, o mais velho, é ambicioso e almeja mais que uma vida pobre e humilde. Mário, o mais novo, enlevado por amizades nem um pouco recomendáveis, termina envolvido num assalto e acaba preso. Pedro, o do meio, é mecânico de automóveis mas ainda não se ajustou na vida.
- Curiosidades: Remake da novela "Meus Filhos, Minha Vida", exibida pelo SBT em 1984. "Razão de Viver" foi também o título de uma novela exibida em 1983 pelo SBT, remake de uma mexicana. O ator Lu Martan foi o mordomo Alípio nas duas versões. O desempenho em audiência se arrastava entre 7 e 13 pontos, também pudera: trocou de horário 14 vezes. Os capítulos passaram a ser reapresentados às 18h00, com mais ou menos um mês de diferença do que já havia sido exibido às 21h. Primeira e única novela de Adriana Esteves no SBT, onde contracenou com Marco Ricca, hoje, seu ex-marido. Durante as Olimpíadas, a novela sofreu bastante: seus capítulos eram cortados e editados ou simplesmente, não era exibida. A autora, Analy A. Pinto, chegou a desabafar numa entrevista na Folha de São Paulo onde disse que o SBT fez pouco caso da novela e o melhor horário era dado a uma produção mexicana, se referindo à "Maria Mercedes".
- Elenco: Irene Ravache, Joana Fomm, Adriana Esteves, Petrônio Gontijo, Gabriel Braga Nunes, Marco Ricca, Mayara Magri, Gianfrancesco Guarnieri, Fúlvio Stefanini, Eduardo Conde, Vera Zimmermann, Sebastião Campos, Bel Kutner, Raul Gazolla, Cláudia Mello, Cláudia Liz, Cássio Scapin, Lolita Rodrigues, Ana Paula Arósio, Paulo Hesse, Elizabeth Hartmann, Eliana Rocha, Lu Martan, Ernando Tiago, Josmar Martins, Patríca Mayo, Cléo Ventura, Henrique Martins, Luciano Amaral, Fernada Souza, Guilherme Linhares.
- Autoria: Escrita por Analy A. Pinto e Zeno Wilde, com colaboração de Nara Gomes, supervisão de Chico Assis.
- Direção: Del Rangel, Antonino Seabra, Bete Coelho, Nilton Travesso, Henrique Martins.
- Exibição: 06/05/1996 a 06/12/1996, às 21h00/21h10/20h50/21h50/22h00/22h10 em 168 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Redescobrir", por Elis Regina.

Dona Anja (1996)
Protagonizada por Lucélia Santos e Jonas Mello, se dá início na década de 1970, quando ainda se falava em ditadura, comunismo e repressão. Dona Anja foi uma esposa que não aguentou ter apenas a companhia do marido. Quando ele morreu, ela abriu um bordel, que foi "aceito" pelas famílias da cidade. Figuras "ilustres" como políticos, o delegado, o médico e o professor, entre outros, iam com freqüência à sua casa.
- Curiosidades: Os relacionamentos amorosos eram tratados de forma que as pessoas aparentavam seriedade, mas eram traídos e traíam sem qualquer pudor. Outra questão levantada foi a Lei do Divórcio. Os atores Gustavo Haddad e Lyliá Virna, que fizeram par romântico na novela, acabaram e casando na vida real. As ilustrações da abertura são do designer gráfico Patrick Nagel (1945 a 1984). Produzida pela produtor independente JPO Produções. Primeira novela do SBT em tons picantes, foi comparada às novelas da extinta Rede Manchete. Ney Matogrosso regravou especialmente a música de abertura da novela, "Não Existe Pecado ao Sul do Equador", até para diferenciar do arranjo utilizado na novela "Pecado Rasgado" (Globo, 1978), que tinha o mesmo tema de abertura.
- Elenco: Lucélia Santos, Jonas Mello, Luiz Guilherme, Angelina Muniz, Manoela Dias, Sérgio Mamberti, Sônia Lima, Jandir Ferrari, Vera Zimmermann, Antônio Petrin, Ângela Figueiredo, Patrícia Lucchesi, Pedro Vasconcellos, Danton Mello, Giuseppe Oristânio, Lyliá Virna, Taumaturgo Ferreira, Cláudio Mamberti, Miguel Magno, Rosaly Papadopol, Neco Vila Lobos, Gustavo Haddad.
- Autoria: Baseada na obra de Josué Guimarães, foi escrita por Yoya Wursch e Cristianne Fridman.
- Direção: Luiz Antônio Piá, Caco Coelho, Roberto Talma e José Paulo Vallone.
- Exibição: 09/12/1996 a 26/04/1997, às 22h00/22h10/21h00/20h35/20h50/20h40 em 120 capítulos. 
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Não existe pecado ao Sul do Equador", por Ney Matogrosso.


Os Ossos do Barão (1997)
Protagonizada por Juca de Oliveira, Tarcísio Filho e Ana Paula Arósio, conta a história do descendente de italiano Egisto Ghirotto, que foi criado na fazenda do barão de Jaraguá e acabou fazendo uma fortuna. Ele tem tudo, riqueza e até os ossos do barão, mas quer um título de nobreza. A única forma de conseguir é que seu filho Martino se case com Isabel, a bisneta do barão.
- Curiosidades: Além da obra "Os Ossos do Barão", foram utilizados textos de "Gaivotas" e "Ninho da Serpente", porém com poucas ou nenhuma referência exata, o que acabou resultando numa história confusa. O autor Walter George Durst faleceu ainda em 1997. Outro que faleceu pouco tempo depois do fim da novela foi o ator Thales Pan Chacon, vítima de complicações com o vírus da AIDS. As adaptações pra TV da história foram contadas nos tempos atuais de cada época, já nesta versão, se passa entre os anos 1940 e 1950. Entrou no ar já estando toda gravada.
- Elenco: Leonardo Vilar, Juca de Oliveira, Tarcísio Filho, Ana Paula Arósio, Jussara Freire, Cleyde Yáconis, Othons Bastos, Clarisse Abujamra, Petrônio Gontijo, Bia Seidl, Rúbens de Falco, Imara Reis, Ewerton de Castro, Rubens Caribé, Bete Coelho, Mayara Magri, Daniela Camargo, Dalton Vigh, Luciano Quirino, Eugênia de Domênico, Bárbara Fazio, Laerte Morrone, Denise Del Vecchio, Thales Pan Chacon, Mika Lins, Antônio Abujamra.
- Autoria: Baseada na obra de Jorge Andrade, escrita por Walter George Durst, com colaboração de Duca Rachid, Marcos Lazarini e Mário Teixeira.
- Direção: Luiz Armando Queiroz, Henrique Martins, Antônio Abujamra, Nilton Travesso.
- Exibição: 28/04/1997 a 08/09/1997, às 20h45 em 115 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Lábios que beijei", por Caetano Veloso.

Chiquititas Brasil (1997 a 2001)
Protagonizada por Flávia Monteiro, Alex Benn e Fernanda Souza, a história se passa no Orfanato Raio de Luz. A primeira orfã a chegar na instituição foi Mili, cujo passado é desconhecido por ela, que nem imagina ser  a herdeira da fortuna da família fundadora do local, os Almeida Campos. Juntas, as crianças vão aprontar todas e viver muitas aventuras ao lado da querida diretora Carol.
- Curiosidades: Silvio Santos, dono do SBT, desejava inicialmente que a novela fosse chamada de "Pequeninas", já que é a tradução literal de "Chiquititas" para português do Brasil. A atriz Flávia Monteiro fez a protagonista adulta desta versão, interpretada por Romina Yan na série original, e tomou aulas de canto para cantar seus temas musicais por si mesma, sem a necessidade de dublá-los. Em 1998 (segunda temporada), produzida por Roberto Monteiro, foi contratado o roteirista Caio de Andrade para traduzir e adaptar a novela argentina, trabalhando no roteiro até última temporada de Chiquititas, em 2000. As músicas foram traduzidas e adaptadas para o português brasileiro por Caion Gadia, e de forma diferente da versão original, a maioria dos atores dublaram as vozes de cantores profissionais em seus temas, com exceções de Flávia Monteiro, Gésio Amadeu, Omar Calicchio, Magali Biff e Débora Olivieri, do elenco adulto. A novela brasileira começou em 1997, quando a versão argentina estava em sua terceira temporada, e foi filmada em Buenos Aires, nos mesmos estúdios Telefe e locais utilizados para a série original, com Buenos Aires aparecendo como São Paulo no enredo. Com exceção de "Até 10" e "Sinais", todos os videoclipes foram filmados no Brasil, utilizando locais como o parque do Museu Paulista, a Avenida Paulista, o Theatro Municipal de São Paulo e o Memorial da América Latina, entre outros por todo o país. Os clipes "Passarinho", "Liberdade", "Estrela", "Não Pode Ser" e "No Começo" da 5ª temporada, foram filmados em Fernando de Noronha. Anos mais tarde, Fernanda Souza chocou os fãs ao revelar que não cantava na novela e sim, que dublava as músicas de Mili. As coreografias foram todas inspiradas nos antigos musicais estadunidenses e nos passos de Gene Kelly, Donald O'Connor e Fred Astaire. As coreografias eram mais femininas para as garotas e mais acrobáticas para os garotos. Tornou-se extremamente popular atraindo centenas de merchandisings, licenciamentos de produtos e vendendo mais de 3 milhões de álbuns. Fazer parte do elenco da novela se tornou um sonho entre as crianças brasileiras, tanto que em 1999, mais de 15.000 pessoas em São Paulo, 10.000 no Rio de Janeiro e 6000 em Recife participaram das audições para a terceira temporada da série, um recorde de maior seleção de elenco. Com direito a turnês no Brasil, que passaria por Recife, Fortaleza e Brasília, acabou ocorrendo apenas em SP e no RJ, cancelando apresentação em outras regiões por questões orçamentais. Em 2000, quando "Chiquititas Brasil" estava em seu quinto ano, o videoclipe "Adolescente" chegou a ser exibido na antiga MTV Brasil. Uma das telenovelas mais longas da teledramaturgia brasileira, com seus 807 capítulos, seria considerada a telenovela brasileira com mais capítulos exceto pelo fato do SBT interromper a telenovela a partir do final da segunda  temporada em 1998. No período de férias de "Chiquititas" em 1999 e 2000, o SBT apresentava uma produção da Televisa, em 1999 foi "Luz Clarita", em 2000 foi "O Diário de Daniela". Após o encerramento de "Chiquititas" no final da 5ª temporada em 2001, foi substituída por "Gotinha de Amor". Após deixar "Chiquititas" na primeira metade, Paulo Nigro, Renata Del Bianco, Gisele Frade, Beatriz Botelho, Gisele Medeiros, Luan Ferreira e Poliana Lopez montaram o grupo "As Crianças mais Amadas do Brasil", o elenco realizou diversos shows e lançou um CD com o mesmo nome da banda.
Em 2004, o SBT resolveu reprisar "Chiquititas" na faixa das seis da tarde. Com problemas relacionados a direitos autorais, sofreu com os cortes, principalmente na reta final onde os cortes estavam profundos nas cenas, os capítulos estavam sendo emendados uns aos outros e "Chiquititas" infelizmente foi tirada do ar com apenas um pequeno resumo explicando os acontecimentos seguintes a partir dali. Por motivos desconhecidos, a personagem Tamara não foi inserida na trama do Brasil, tendo alguns dos acontecimentos da personagem transferidos para Marian. A personagem que cai e fica paralítica na primeira temporada é Jimena, que no Brasil correspondia à Pata, mas a tragédia acabou acontecendo com Dani por aqui. Em 2013, o SBT estreou o novo remake de "Chiquititas", agora estrelado por Giovanna Grigio na personagem Mili. Co-produção com a emissora argentina Telefe.
- Elenco:  Flávia Monteiro, Alex, Benn, Nelson Freitas Jr., Fernanda Souza, Débora Olivieri, Gésio Amadeu, Matheus Carrieri, Aretha Oliveira, Giselle Medeiros, Carla Diaz, Renata Del Bianco, Ana Olívia Seripieri, Pierre Bittencourt, Francis Helena, Gisele Frade, Mariane Oliva, Débora Falabella, Serafim González, Marcos Pasquim, Imara Reis, Magali Biff, Cláudia Santos, Carmo Dalla Vecchia, Gustavo Haddad, Sthefany Brito, Jonatas Faro, Elisa Veeck, Jander Veeck, Paulo Nigro, Bruno Gagliasso, Fabiana Uria, Lyliá Virna, Jiddu Pinheiro, Ariel Moshe, Carmela Medeiros, Luiz Fernando Petzhold, Beatriz Botelho, Maria Eugênia, Thiago Santana, André Cursino, Gabriela Lebron, Vivian Marques, Nikolas Maciel,Giovanni Delgado,Gabriel Belluzzo, Greta Elethferiou, Caio Romei, Larissa Bracher, Malu Pessin, Raissa Medeiros, Laura Feliciano, Yuri Xavier, Maiara Otero Alves, Cauê Braga, Chico Abreu, Cristina Bessa, Maria Manuela Assunção, Allan Dias, Omar Calicchio, Vanderson Paulino, Kayky Brito, Thiago Farias, Gabriel Pinheiro, Bruno de Andrade.
- Autoria: Baseada na obra de Cris Morena, escrita por Patricia Maldonado, Gustavo Barrios, Delia Maunas e Horacio Marshall, adaptação de Caio de Andrade. 
- Direção: Herman Abrahamsohn e Celina Amadeo.
- Exibição: 28/07/1997 a 02/01/1998 - 1ª Temporada em 138 capítulos / 03/01/1998 a 01/08/1998 - 2ª Temporada em 180 capítulos / 03/08/1998 a 25/12/1998 - 3ª Temporada Parte 1 em 105 capítulos / 05/04/1999 a 09/07/1999 - 3ª Temporada Parte 2 em 70 capítulos / 12/07/1999 a 31/12/1999 - 4ª Temporada em 125 capítulos / 17/04/2000 a 19/01/2001 - 5ª Temporada em 205 capítulos: exibidas entre 20h00 e 19h00 com um total de 807 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Temas de abertura: "Remexe" - 1ª Temporada / "Mexe Lá" - 2ª Temporada / "Mexe Lá" (nova versão) e "Mexe Já" - 3ª Temporada / "Me Dá um CH" - 4ª Temporada / "Sempre Chiquititas" -  5ª Temporada.
- Reprise: 2004 (22/11/2004 a 08/04/2005, às 18h30 em 126 capítulos).


Fascinação (1998)
Protagonizada por Regiane Alves e Marcos Damigo, conta história da pobre Clara, que se passa na década de 1930. Ela conhece Carlos Eduardo na sua formatura e os dois se apaixonam. A mãe do rapaz, que enfrenta a ruína, decide casar o filho com Berenice, uma moça rica, para que possam melhorar a situação financeira. Ela arma um plano com Alexandre, separando Clara e Carlos Eduardo e levando a moça para um bordel.
- Curiosidades: "Fascinação" foi produzida a toque de caixa e gravada num tempo recorde de quatro meses para estrear no mesmo dia que "Torre de Babel", na Globo. Silvio Santos obrigou Walcyr Carrasco a escrever "Fascinação" para o SBT, como punição, já que o novelista havia escrito "Xica da Silva" às escondidas para a TV Manchete (entre 1996 e 1997, sob o pseudônimo de Adamo Angel) mesmo estando de contrato com a emissora paulista. O número de cenas chegava a 30 por dia e para ajudar nas gravações, os atores tiveram de usar ponto eletrônico para ajudar na atuação, onde uma pessoa repetia as falas no ouvido do ator. Não teve cidade cenográfica, e assim como as telenovelas mexicanas, mostrava apenas as fachadas das casas, então, cortava-se para o estúdio, onde ficavam os cenários. O custo de cada capítulo foi de 20 mil reais. 
- Elenco: Regiane Alves, Marcos Damigo, Heitor Martinez, Glauce Graieb, Samatha Monteiro, Mariana Ximenes, Caio Blat, Luiz Carlos de Moraes, Ademir Zanyor, Míriam Lins, Miriam Mehler, Robson Loddo, Malu Pessin, Luiz Arthur, Tadeu Menezes, Eliane César, Adriana Ridolfi, Lucimara Soares, Ivan de Almeida, Suzy Camacho, Vera Kowalska, Blota Filho, Lya de Aguiar, Breno Bonin.
- Autoria: Escrita por Walcyr Carrasco; colaboração de Ecila Pedroso; pesquisa de texto de José Geraldo Petean.
- Direção: Antonino Seabra, Jacques Lagoa, Henrique Martins e produção de Ulises Aristides.
- Exibição: 25/05/1998 a 06/11/1998, às 21h00/21h20/20h30 em 142 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Fascinação", por Nana Caymmi.
- Reprises: 2004 (05/01/2004 a 23/04/2004, às 16h00 em 80 capítulos), 2011 (21/11/2011 a 06/03/2012, às 15h30 em 75 capítulos).

Pérola Negra (1998)
Protagonizada por Patrícia de Sabrit e Dalton Vigh, conta a história de Pérola, que ainda bebê, foi abandonada numa escola junto com 22 pérolas negras que pagarão por cada ano que ela estiver lá. Ela faz amizade com Eva, que enganada por um homem que diz se chamar Adão, a engravida. Elas decidem ir embora para a casa da avó de Eva, uma senhora chamada Rosália que odeia a neta. No caminho, elas sofrem um acidente de carro e apenas Pérola consegue sobreviver. Ela decide assumir a identidade de Eva e passar a viver na mansão dos Pacheco Oliveira, enfrentando o ódio que sentem por ela, sem imaginar que essa é sua verdadeira família.
- Curiosidades: Totalmente gravada em 1997 junto com "O Direito de Nascer", foi ao ar somente no final do ano seguinte. Cada capítulo custou entre R$ 30 e 40 mil reais. Em janeiro de 1998, o SBT resolveu investir em exportação e dividiu uma tenda com a Telefe na Napte, em Nova Orleans, para vender "Pérola Negra" (sem ainda ter ido ao ar no Brasil) e mais 11 novelas. Em sua exibição, chegava a marcar entre 16 e 19 pontos de audiência. Para protagonizar a trama, Patrícia de Sabrit recusou um papel em "Malhação" na Globo. Com a estreia adiada várias vezes, deveria ter substituído “Os Ossos do Barão, em setembro de 1997, mas acabou preterida pela reprise da mexicana “Maria Mercedes”. Quando finalmente estreou, Dalton Vigh, Ângela Dip e Vanusa Spindler já estavam no ar em outra novela, Estrela de Fogo", na Record. Cibele Larrama (Malvina) e Manitou Felipe (Augusto) se conheceram nos bastidores, começaram a namorar e por fim se casaram. Quem dava as caras na abertura era Paulo Ricardo cantando a música tema. A abertura tinha um efeito semelhante ao que seria 3D. Antes de colocar "Pérola Negra" no ar, Silvio Santos apresentou os trechos da novela junto com os de "O Direito de Nascer" no "Programa Silvio Santos", percebendo então, um maior interesse da plateia na história de texto argentino.
- Elenco: Patrícia de Sabrit, Dalton Vigh, Maximira Figueiredo, Cibele Larrama, Luiz Carlos de Moraes, Cléo Ventura, Lya de Aguiar, Mariana Dubois, Renato Modesto, Fábio Cardoso, Martha Mellinger, Blota Filho, Ângela Dip, Luiz Bacceli, Marcela Leal, Manitou Felipe, Beto Bittencourt, Vanusa Spindler, Rildo Gonçalves, Tadeu Menezes, Marcos Mello, Jorge Cerruti, Giovane C. Paravela, Rosa de Mendonça, Maristane Dresch, Josmar Martins, Homero Kossack, Ana Paula Aquino, Teresa Morrone, Karina Cataldo.
- Autoria: Baseada na obra de Enrique Torres, adaptada e traduzida/escrita por Henrique Zambelli e Crayton Sarzy.
- Direção: Antonino Seabra, Henrique Martins e Nilton Travesso.
- Exibição: 09/11/1998 a 18/06/1999, às 20h00 em 194 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Tudo por Nada", por Paulo Ricardo.
- Reprises: 2004 (09/08/2004 a 15/04/2005, às 13h15/14h15 em 180 capítulos), 2010 (12/07/2010 a 26/04/2011, às 14h15 em 205 capítulos), 2015 (29/06/2015 a 11/12/2015, às 15h30 em 120 capítulos).

O Direito de Nascer (2001)
Protagonizada por Guilhermina Guinle e Dhu Moraes, a história se passa na moralista Cuba do início do século XX, onde a jovem Maria Helena engravida do noivo Alfredo, mas ele não aceita se casar e assumir o filho. Quando o pai da moça descobre, amaldiçoa a criança. Temendo as represálias do avô, a criada Dolores foge com o bebê e o batiza de Alberto. Já adulto, Alberto se forma em Medicina e no fim das contas, acaba salvando a vida do avô que tanto o amaldiçoou e desprezou.
- Curiosidades: Depois de apresentar a versão mexicana nos anos 1980, depois de ser gravada em 1997, a versão de brasileira de "O Direito de Nascer", foi finalmente exibida em 2001. Na estreia, causou burburinho a abertura sem créditos, problema que logo foi resolvido. A versão para o SBT toma como base o texto da novela de rádio e foi adaptada por Aziz Bajur, Jaime Camargo e Alcione Carvalho. Num encontro com Duh Moraes no seriado "Meu Cunhado", exibido em 2004, Guilhermina Guinle satirizou uma cena delas na novela. Produzida pela JPO Produções para o SBT, cada capítulo custou cerca de R$ 40 mil reais. Em 1998, foi vendida na Napte, sem sequer ter sido exibida pelo SBT. Em 2015, foi exibida no canal pago FOX Life substituindo "A Escrava Isaura" da Record.
- Elenco: Guilhermina Guinle, Jorge Pontual, Dhu Moraes, João Vitti, Luiz Guilherme, Elaine Cristina, Ana Cecília Costa, Denis Derkian, Ana Kutner, Fernando Eiras, Angelina Muniz, Fernando Alves Pinto, Jerusa Franco, Ester Góes, Cynthia Benini, Vera Zimmermann, Sônia Lima, Antônio Petrin, Marcelo Mansfield, Alexandra Marques, Imara Reis, Carlos Meceni, Maria Estela, Gustavo Haddad, Ludmila Rosa, Olivetti Herrera, Renato Borghi, Geórgia Gomide, Miguel Magno, Tânia Bondezan, Norival Rizzo.
- Autoria: Baseada na obra de Félix Caignet, escrita por Aziz Bajur e Jaime Camargo, com colaboração de Alcione Carvalho e supervisão de Crayton Sarzy.
- Direção: Roberto Talma e José Paulo Vallone.
- Exibição: 21/05/2001 a 02/10/2001, às 18h00/18h15 em 116 capítulos.
- Exibição TV Paga: FOX Life - 25/05/2015 a 13/11/2015, às 20h15 em 125 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Amor eterno", por Dhu Moraes.

Pícara Sonhadora (2001)
Protagonizada por Bianca Rinaldi e Petrônio Gontijo, conta a história da jovem Mila, que mora com o tio, zelador da loja Soles. À noite, enquanto a loja está fechada, ela passeia por ela e consume alguns produtos e anota num caderninho tudo que pega, pra pagar quando ficar rica. Ela se apaixona por Alfredo Rockfield, que passa a trabalhar na loja com o nome de Carlos e fingindo ser um pobretão, mas que na verdade, é filho do dono da Soles. O casal dá início a um relacionamento em que as mentirinhas de Alberto se transformam em uma bola de neve. Mas o pior ainda está por voltar: Giovanna Lucchini, uma moça prometida a casamento para Alfredo.
- Curiosidades: O título foi mantido por Silvio Santos, uma oportunidade de chamar a atenção de público, já que "Pícara" no nosso idioma, é um sinônimo de "astuta" e "esperta", não faltando piadinhas. Mesmo com cenários, direção e texto (que era apenas traduzido pro português) ruins, a novela fez sucesso enorme ultrapassando os 17 pontos e batendo de frente com o "Jornal Nacional". Primeira produção do SBT da parceria firmada com a Televisa de refazer novelas aqui com textos da empresa mexicana. Entre as cotadas para o papel de Mila estavam Flávia Monteiro e Patrícia de Sabrit, que até chegaram a fazer testes. O ator Petrônio Gontijo foi escolhido particularmente por Silvio Santos, para viver o protagonista Alfredo Rockfield, par romântico de Mila. Cada capítulo teve um orçamento de aproximadamente US$ 43 mil. Foram construídos 33 cenários fixos que ocuparam 1,600 m² de dois estúdios do CDT da Anhanguera. A trilha sonora era composta por 14 músicas, lançado pela Abril Music em parceria com SBT Music. A primeira reprise, em 2004, foi levada ao ar graças ao resultado de uma enquete no site do SBT em que o público votava na novela que queria assistir.
- Elenco: Bianca Rinaldi, Petrônio Gontijo, Maria Estela, Carlo Briani, Martha Mellinger, Rodolfo de Freitas, Rubens Caribé, Serafim González, Marcela Muniz, Vanessa Vholker, Josmar Martins, Norma Blum, Karina Bacchi, Luiz Carlos de Moraes, Victor Wagner, Luciene Adami, Carmo Dalla Vecchia, Tony Borges, Giovanni Delgado, Anastácia Custódio, Chica Lopes, Vicentini Gomez, Mariana Dubois, Milton Levy, Naura Schneider, Paulo Vasconcellos, Mauro Gorini, Gisele Itié, Bárbara Koboldt, Gigi Monteiro, Milhem Cortaz, Daniele Tinti, Vitor Mihailoff, Paulo Greca, Felipe Martins, Mariana Molina, Lena Roque.  
- Autoria: Baseada na obra de Abel Santa Cruz, escrita por Henrique Zambelli e Adriana Moretto, com supervisão de Crayton Sarzy.
- Direção: Henrique Martins, Antonino Seabra, Jacques Lagoa e David Grinberg.
- Exibição: 27/08/2001 a 18/12/2001, às 20h15 em 95 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Mais um na multidão", por Erasmo Carlos e Marisa Monte.
- Reprises: 2004 (19/04/2004 a 06/08/2004, às 13h15 em 80 capítulos), 2012 (09/01/2012 a 24/04/2012, às 14h15 em 75 capítulos).

Amor e Ódio (2001)
Protagonizada por Suzy Rêgo e Daniel Boaventura, conta a história de Regina Villareal, uma mulher rica e que está prestes a se casar com Maurício, mas nem imagina que ele e sua prima Laura são amantes. Eles planejam fugir juntos depois do casamento com parte da fortuna de Regina, mas o plano acaba não funcionando e ela é abandonada no altar. Amargurada, ela se isola em sua fazenda, mas acaba sendo atraída por José Maria, que por causa de divisa de terras, se conhecem e iniciam uma relação entre o amor e o ódio.
- Curiosidades: "Amor e Ódio" fez um grande sucesso e acabou sendo esquecida pelo SBT, que nunca reprisou a trama. Patrícia de Sabrit chegou a gravar cenas, mas a direção queria uma atriz mais "velha", sendo substituída então por Suzy Rêgo. A primeira opção de nome para a novela era "A Dona". O tema de abertura não poderia ser mais marcante: "Na Rua, na chuva, na fazenda" na voz da dupla Christian & Ralf.
- Elenco: Suzy Rêgo, Daniel Boaventura, Viétia Zangrandi, Jonas Mello, Cléo Ventura, Maximira Figueiredo, Rogério Márcico, Malú Rocha, Luiz Bacceli, Edson Fieschi, Genézio de Barros, Alexandra Marques, Ernando Tiago, Ângela Correa, Dennis Derkian, Gésio Amadeu, Viviane Porto, Sônia Lima, Régis Monteiro, Patrícia Ermel, Raymundo de Sousa, Tadeu Menezes, Luigi Palhares, Flávia Pucci, Marcelo Várzea, Caio Romei, Cláudio Curi, Vera Mancini, Neusa Maria Faro, Hylka Maria, Márcia Maria, Geisa Gama.
- Autoria: Baseada na obra de Inés Rodena, escrita/traduzida por Henrique Zambelli e Ecila Pedroso.
- Direção: Antonino Seabra, Jacques Lagoa , Henrique Martins e David Grinberg.
- Exibição: 10/12/2001 a 16/04/2002, às 20h15 em 110 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Na Rua, na chuva, na Fazenda", por Christian & Ralf.

Marisol (2002)
Protagonizada por Bárbara Paz e Carlos Casagrande, conta a história cheia de reviravoltas da pobre e indefesa Marisol, uma garota que vende flores de papel nas ruas como forma de sustento dela e de sua mãe doente. Seu maior trauma está em seu rosto: uma cicatriz de um acidente da infância que a intimida e aprisiona. Certo dia, conhece o ricaço Rodrigo e se apaixonam, mas ele fica entre a florista e sua noiva, Rosana, prometida em casamento. Marisol conhece a família de Rodrigo e ganha o carinho de Augusto (seu avô) e o ódio de  Amparo, uma mulher ardilosa e ambiciosa, capaz de tudo para realizar seus anseios, principalmente para separar a moça de seu filho. Quando é descoberta a herança de Marisol, Amparo se alia a Mário (o ex-noivo de Marisol) e armam um plano para matar a garota. Mas ninguém esperava que Marisol estivesse viva e que voltaria para se vingar.
- Curiosidades: Depois de vencer a primeira edição do reality-show "Casa dos Artistas", Bárbara Paz estrelou "Marisol", junto com Alexandre Frota, outro participante do programa. Patrícia Coelho, ex-"Casa dos Artistas" foi cotada para o papel de Zulema, mas acabou ficando responsável pelo tema de abertura. Foi uma novela rocambolesca, trash, fraca, cercada por um elenco e um texto que deixou muito a desejar, uma trama digna de produção de uma Nathalie Lartilleux da vida. Contou, por pouco tempo, com as atuações performáticas dos atores Paulo Vasconcellos e Luah Galvão, que sumiram da novela depois de um tempo. Um destaque positivo foi a trilha sonora espetacular, com direito a regravações de músicas dos anos 1980. Em 26/08/2002, "Marisol" passou a ser a primeira novela brasileira a ser exibida com o recurso de Closed Caption, um sistema de legendas ocultas que permite aos deficientes auditivos acompanharem a novela. 
- Elenco: Bárbara Paz, Carlos Casagrande, Alexandre Frota, Gabriela Alves, Glauce Graieb, Serafim Gonzalez, Carlo Briani, Martha Mellinger, Vanessa Vholker, Roberto Arduin, Turíbio Ruiz, Carla Fioroni, Rodrigo Lombardi, Rosaly Papadopol, Adriana Ferryer, Juan Alba, Paulo Leite, Nicole Puzzi, Samantha Monteiro, Thiago Picchi, Francisca Queiroz, Rosana Penna, Gabriela Rabelo, Marisol Ribeiro, Rodolfo de Freitas, Rosana Muniz, Magali Biff, Márcio Mehiel, Cleide Queiróz, Douglas Aguillar, Chica Lopes,  Petrônio Gontijo, Paulo Vasconcellos, Luah Galvão, Dayse Pinheiro, Yãnes Miura, Gérson Marcch, Flávio Cardoso, Alexandre Jábali, Luiz Carlos Bahia, Gil Latoreira, Vera Zimmermann, Jonatas Faro, Alexandre Barros, Jonathan Nogueira, César Pezzuolli, Maria Estela, Karina Bacchi, Kadu Torres, Mariana Dubois, Delurdes Moraes, Tereza Piffer, Eliana Rocha, Mayara Constantino, Raíssa Medeiros, Josmar Martins, Lucélia Machiavelli, Míriam Lins, Sebastião Campos, Breno Bonin, Abraão Farc, Arlete Montenegro, Jacqueline Cordeiro, Patrícia Salvador.
- Autoria: Baseada na obra de Inés Rodena, escrita por Henrique Zambelli e Ecila Pedroso.
- Direção: Antonino Seabra, Jacques Lagoa, Henrique Martins e David Grinberg.
- Exibição: 09/04/2002 a 05/11/2002, às 20h15/20h30/20h00/20h20/20h45/21h10 em 181 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Eu te amo você", por Patrícia Coelho.
- Reprises: 2007 (01/01/2007 a 23/03/2007, às 15h15 em 65 capítulos editados por baixa audiência), 2012 (05/03/2012 a 21/08/2012, às 15h15 em 118 capítulos).

Pequena Travessa (2002)
Protagonizada por Bianca Rinaldi e Rodrigo Veronese, conta a história da batalhadora Júlia, uma moça que precisa arrumar um emprego urgente, depois do pai sofrer um acidente. Ela acha emprego como office-boy, mas só serve para homens. O jeito é se vestir de homem e tentar a sorte novamente e desta vez, apresentando-se como Júlio, fica com a vaga. Nessas idas e vindas, ela se apaixona por Alberto, já comprometido com a ambiciosa Débora, mas o rapaz se torna amigo de Júlio, se apaixona por Júlia, sem fazer ideia que Júlia e Júlio são a mesma pessoa.
- Curiosidades: Ex-apresentadora do "Band Kids", Renata Sayuri fez sua estreia em novelas como a gueixa Beth; no SBT ela já havia sido dançarina do programa "Fantasia". 
Leve e despretensiosa, "Pequena Travessa" se mostrou uma novela lenta e cansativa.
A transformação de Bianca Rinaldi em homem era risível: era só prender o cabelo e botar uma calça, aliás, figurino deplorável. Como a novela já havia encerrado as suas gravações cerca de três meses antes do seu final, nos últimos capítulos o ator Thiago Oliveira estava no ar em duas produções inéditas em duas emissoras: "Pequena Travessa", no SBT, e "Agora É Que São Elas", na Globo.
- Elenco: Bianca Rinaldi, Rodrigo Veronese, Rachel Ripani, Nico Puig, Fábio Villa Verde, Jayme Periard, Eliete Cigaarini, Miriam Mehler, Tânia Bondezan, Cláudio Fontana, Cynthia Benini, Walter Breda, Patrícia Mayo, Luiz Carlos de Moraes, Cláudia Netto, Ana Olívia Seripieri, Thiago Oliveira, Caio Romei, Emanuel Dória, Elizabeth Hartmann, Dennis Derkian, Josmar Martins, Mônica Mattos, Noemi Marinho, Marcelo Várzea, Lyliá Virna, Dereck Stanzione, Ana Cecília Costa, Gustavo Haddad, Giovanna Maia, Clemente Viscaíno, Blota Filho, Ícaro Silva, Neusa Maria Faro, Renata Sayuri, Milton Levy, Marco Lunez, Viétia Zangrandi.
- Autoria: Baseada na obra de Abel Santa Cruz, escrita por Rogério Garcia e Simoni Boer, com supervisão de Ecila Pedroso.
- Direção: Jacques Lagoa, Sacha, Henrique Martins, David Grinberg.
- Exibição: 06/11/2002 a 15/04/2003, às 20h20/20h30 em 132 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Não dá pra Resistir", por Grupo Rouge.
- Reprise: 2005 (11/04/2005 a 12/08/2005, às 14h15 em 90 capítulos), 2012 (23/04/2012 a 18/09/2012, às 14h30 em 104 capítulos).

Jamais Te Esquecerei (2003)
Protagonizada por Ana Paula Tabalipa e Fábio Azevedo, conta a história de Beatriz e Danilo, que na infância, fazem uma jura de amor eterno. O tempo passa e ele, de volta à Serra das Pedras, passa a ser vítima do plano de sua mãe e de Sílvia, tudo para impedir e destruir o relacionamento dos dois.
- Curiosidades: Foi considerada a mais fraca produção da teledramaturgia do SBT. Ana Paula Tabalipa estava grávida durantes as gravações da novela. O tema de abertura foi composto por Ivan Lins especialmente para a novela. Participações especiais de Só Para Contrariar, Jair Rodrigues e Rick & Renner, como eles mesmos. O elenco deixou muito a desejar numa historia cansativa como essa, a começar pela escolha de Ana Paula Tabalipa e Fábio Azevedo como protagonistas, nenhum dos dois conseguiu fazer isso da forma devida. Ao ver o fracasso e baixa repercussão da novela, o CD com a trilha sonora foi lançado em tiragem mínima. Foi reprisada em 2013 em substituição à "Canavial de Paixões", extremamente editada e cortada em consequência do fracasso.
- Elenco: Ana Paula Tabalipa, Fábio Azevedo, Bia Seidl, Jonas Bloch, Danton Mello, Vera Zimmermann, Felipe Folgosi, Micaela Góes, Marcos Waimberg, Clarisse Abujamra, Ana Maria Nascimento e Silva, Rogério Márcico, Magali Biff, Wanderley Cardoso, Glauce Graieb, Chica Lopes, Aldine Müller, Jonathan Nogueira, Viviane Victorette, Amadeu Lamounier, Valéria Sândalo, Rogério Bandeira, Vicente Morellato, Ricardo de Giácomo, Fabrício Pietro, César Pezzuoli, Luciana Canton, Fábio Araújo, Sandra Marah, Eduardo Silva, Daniela Ferro, Tiago Moraes, Paulo Vasconcellos, Mauro Gorini, Marco Lunez, Vera Mancini, Rejane Arruda, Tadeu Menezes, Paixão de Jesus, Carina Quadros, Delano Avelar, Lorenza Chiamurela, Victor Morosini, Iuli de Souza, Tássia Camargo.
- Autoria: Baseada na obra de Caridad Bravo Adams, escrita por Henrique Zambelli, Ecila Pedroso e Enéas Carlos.
- Direção: Jacques Lagoa, Sacha, Henrique Martins e David Grinberg.
- Exibição: 14/04/2003 a 26/09/2003, às 20h30/20h40 em 120 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Jamais te esquecerei", por Ivan Lins.
- Reprise: 2013 (07/01/2013 a 01/04/2013, às 15h15 em 58 capítulos).

Canavial de Paixões (2003)
Protagonizada por Bianca Castanho e Gustavo Haddad, narra a história de amor de Paulo e Clara, em São Bento dos Canaviais. Teresa, mãe de Paulo, sempre desconfiou de seu marido e da mãe de Clara. Tentando impedir a fuga de sua irmã com Amador, pai de Paulo, Débora acaba levando a culpa de ser amante dele. Cheia de ódio, Teresa manda o filho para São Paulo estudar. O tempo passou e Paulo está de volta à cidade, mas para serem felizes juntos, terão de enfrentar o futuro e passar a limpo o passado.
- Curiosidades: Previsto para substituir "Marisol" em 2002, o remake de "Cañaveral de Pasiones" só saiu em 2003, depois de SBT e Televisa renegociarem o contrato de adaptação de textos da empresa mexicana. Cada capítulo custou cerca de R$ 90 mil reais. O canavial, a usina de açúcar e uma igreja os quais serviram de cenário localizavam-se em Iracemápolis, no interior de São Paulo. Para as gravações, foram reaproveitados cenários de "Éramos Seis", "Pequena Travessa", "Pícara Sonhadora", "Marisol", "Amor e Ódio" e "Jamais Te Esquecerei". Os prédios que aparecem nas cenas eram apenas fachadas, e as cenas internas eram filmadas em dois estúdios de reproduziam o interior das casas, cada um com 850 m². Como estratégia, Silvio Santos esperou a novela das 21h da Globo "Mulheres Apaixonadas" acabar pra estrear "Canavial de Paixões", entrando no ar no mesmo dia que a Globo estreava "Celebridade". Foi indicada ao Troféu Imprensa 2004, mas  perdeu para "Mulheres Apaixonadas", concorrendo também com "Kubanacan". A trilha sonora trazia de destaque "Um Anjo veio me Falar", do Grupo Rouge, que embalou as cenas mais românticas de Clara e Paulo. Participação especial de Sérgio Reis como ele mesmo.
- Elenco: Bianca Castanho, Gustavo Haddad, Thierry Figueira, Ana Cecília Costa, Débora Duarte, Jandir Ferrari, Oscar Magrini, Cláudia Ohana, Victor Fasano, Helena Fernandes, Jonas Mello, Wanda Stefânia, Bruna Thedy, Sidney Sampaio, Hélio Cícero, Patrícia Novaes, Walter Cruz, Analu Graci, Gustavo Wabner, Débora Gomez, José Steimberg, Patrícia Mayo, Teresa Athayde, Paula Cohen, Déo Garcês, Marcelo Médici, Vinícius Vommaro, Rosana Penna, Camilo Namour, Wagner Molina, Rogério Garcia, Milton Levy, Dionísio Corrêa, Rita Mendonça, Ewerton de Castro, Fyama Monteiro, Giovanni Delgado, Rayanna Vidal, Giovanni Forner, Bruna Guasco.
- Autoria: Baseada na obra de Caridad Bravo Adams, escrita por Henrique Zambelli e Simoni Boer, com supervisão de texto de Ecila Pedroso.
- Direção: Jacques Lagoa, Claudio Callao, Henrique Martins, David Grinberg e direção de núcleo de Daniel Scherer.
- Exibição: 13/10/2003 a 23/03/2004, às 20h30/21h00/20h40/20h50 em 118 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Incêndio no Canavial", por Moacyr Franco e Sérgio & Júnior.
- Reprises: 2005 (24/10/2005 a 17/03/2006, às 15h15 em 105 capítulos), 2010 (17/08/2010 a 26/11/2010, às 20h00/20h15 em 87 capítulos), 2012 (20/08/2012 a 08/01/2013, às 15h15 em 96 capítulos).


Seus Olhos (2004)
Protagonizada por Carla Cabral e Thierry Figueira, a história se divide em três fases, tendo início com Marina, uma pintora de quadros que é enganada por um homem que na verdade é casado, acabando grávida. O nascimento de sua filha é marcado por uma fatalidade: uma mulher chamada Dirce sequestra a neném, Renata, a usando para pedir esmolas nas ruas. Mas o destino vai se cruzar e unir quem conheceu sua verdadeira mãe à ela.
- Curiosidades: As gravações tiveram início em abril de 2004. A primeira opção para o horário, como substituta de "Canavial de Paixões", era um remake de "La Otra", mas queriam adptá-la para os dias atuais e com a realidade brasileira, mas devido a falta de tempo e verba, o projeto foi cancelado e exibido a versão original, ainda em 2004, enquanto preparavam a nova novela da emissora: "Seus Olhos", adaptação de "La Gata", de Inés Rodena. A história passa por três fases e a cada época(1980, 1990 e 2000), é possível observar a organização e os detalhes, como em figurinos, objetos e cenários. Críticos especializados se referiram à novela como "cafona" e é dificilmente se livraria disso. Um dos pontos negativos é a péssima iluminação. "Seus Olhos" abordou a realidade brasileira, focando em temas como a miséria de São Paulo, a exploração e trabalho infantil e a violência urbana. Durante a novela, Ecila Pedroso e Noemi Marinho foram substituídas por Marcos Lazarini e Aimar Labaki, este último também assumiu a supervisão de texto, ficando até o final da trama. Em julho de 2004, Marcos Lazarini foi premiado com uma bolsa de um curso de roteiro na Espanha e teve que abandonar a adaptação; em seu lugar entraram Mário Viana e o estreante Fábio Torres. O jogador colombiano de futebol Freddy Rincón fez uma participação especial na trama. A abertura era apresentada com a personagem principal fazendo uma pintura num quadro que remetia ao cenário à sua volta e ainda com uma onça. A trilha sonora trazia Ana Carolina, Alcione, o Grupo Rouge, LS Jack, Bezerra da Silva, Paula Lima e Luis Miguel, entre outros, mas não foi lançada comercialmente. Não fez nenhum grande sucesso, talvez devido a entrada e saída dos escritores, além de terem mexido demais na história original.
- Elenco: Carla Cabral, Thierry Figueira, Petrônio Gontijo, Juan Alba, Françoise Forton, Nico Puig, Bete Mendes, Luiz Guilherme, Raoni Carneiro, Bete Coelho, Regina Dourado, Carmo Dalla Vecchia, Hylka Maria, Adriana Londoño, Marcela Muniz, Lu Grimaldi, Mateus Petinati, Cláudio Fontana, Fábio Villa Verde, Jiddu Pinheiro, Neusa Maria Faro, Bruno Giordano, Ângela Corrêa, Cléo Ventura, Rogério Márcico, Luiz Carlos de Moraes, Jacqueline Dolabona, Patrícia Mayo, César Pezzuolli, Viétia Zangrandi, Rodolfo Freitas, Rogério Bandeira, Christina Dieckmann.
- Autoria: Baseada na obra de Inés Rodena, escrita por Ecila Pedroso, Noemi Marinho, Marcos Lazarini, Aimar Labaki, Mário Viana e Fábio Torres.
- Direção: Jacques Lagoa, Luiz Antônio Piá, Henrique Martins e David Grinberg.
- Exibição: 18/05/2004 a 04/12/2004, às 20h30/20h15/19h45 em 173 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Este seu Olhar", por Adryana Ribeiro.


Esmeralda (2004)
Protagonizada por Bianca Castanho e Cláudio Lins, conta a história de dois bebês que nascem numa noite de tempestade. Eles são trocados no nascimento, devido a um mal entendido. Enquanto a verdadeira herdeira dos Álvares Real, a cega Esmeralda, é criada pela parteira Rosário de forma bastante humilde, um jovem de origem camponesa, José Armando, vive no luxo e em meio às riquezas. Mas ele acaba se cruzando com Esmeralda e se apaixonam. Mas terão de enfrentar muitas coisas para viver essa história de amor, enquanto o destino mantêm entre os dois o segredo de toda uma vida.
- Curiosidades: Depois do fracasso de "Seus Olhos", "Esmeralda" fez um enorme sucesso e conseguiu recuperar o público. O texto passou por uma suavização, ganhando um tom mais brasileiro, sem perder a sua essência. Bianca Castanho tingiu os cabelos de cor castanho para a personagem. Bianca usava lentes de contato verde e em algumas ocasiões, depois de horas de gravação, saía com os olhos inchados. As locações da fazenda foram feitas em Jundiaí e Bragança Paulista, com imagens aéreas da Serra da Cantareira. Lucinha Lins e Cláudio Lins viveram mãe e filho na novela, parentesco que compartilham na vida real. Paulo Gorgulho viveria o personagem Rodolfo, mas passou a querer mudar suas falas e por desavenças, acabou sendo substituído por Paulo César Grande. Carol Hubner, a vencedora do reality-show "Casa dos Artistas 4: Protagonistas de Novela", ganhou um papel de pouca importância: Joana, a fiel empregada de Lúcio Malaver. A trilha sonora não foi lançada comercialmente. Patrícia Salvador e Ruth Romcy fizeram algumas participações na novela. Foi vendida e exibida em Angola, Moçambique, Paraguai e Chile. 
- Elenco: Bianca Castanho, Cláudio Lins, Lucinha Lins, Paulo César Grande, Karina Barum, Daniel Andrade, Manoelita Lustosa, Tânia Bondezan, Delano Avelar, Olivetti Herrera, Antônio Petrin, Sônia Guedes, Renato Scarpin, Jardel Mello, Priscila Ferreira, Carol Hubner, Josmar Martins, Cyda Baú, Pedro Paulley, Marco Lunez, Nirce Levin, João Bourbonnais, Fabiana Alvarez, Maria Estela, Ruth Romcy, Tallyta Cardoso, Cris Bessa, Graça Berman, Fabiana Alvarez, Domingos Meira, Cleide Queiroz, Nara Gomes, Débora Gomez, Patrícia Salvador, Patrícia Vilela, Luís Claudio Bahia, Fabiana Meirelles, Mário Sérgio Pretini, Carl Schumacher, Gil Latoreira, Bibi Menegon, Daniela Franco.
- Autoria: Baseada na obra de Delia Fiallo, escrita por Henrique Zambelli e Rogério Garcia, com supervisão de texto de Therezinha Giácomo.
- Direção: Jacques Lagoa, Luiz Antônio Piá, Henrique Martins e David Grinberg.
- Exibição: 06/12/2004 a 19/07/2005, às 20h30/20h15/21h00 em 198 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Ela é um Anjo (Esmeralda)", por Grupo Br'oz.
- Reprises: 2010 (12/07/2010 a 18/01/2011, às 15h10 em 137 capítulos), 2014 (28/07/2014 a 16/03/2015, às 15h15/15h30 em 164 capítulos).

Xica da Silva (2005)
Protagonizada por Taís Araújo e Victor Wagner, é uma novela onde os personagens e a história são reais. A história de Xica da Silva, escrava que virou rainha em pleno século XVIII. Atrevida e muito inteligente, Xica conquistou o homem mais rico e poderoso do Arraial do Tijuco, deixou de ser escrava e escandalizou a sociedade hipócrita de sua época, movida pela cobiça do diamante.
- Curiosidades: Exibida originalmente pela TV Manchete, com um investimento de 6 milhões de dólares, Taís Araújo tinha só 17 anos na época e causou polêmica ao parecer nua, caçando problema com a Vara da Criança e Adolescente do RJ, além de protestos de diversos setores pedindo que retirassem a novela do ar. Destaca-se o incrível trabalho de Drica Moraes como a vilã Violante. Em 2005, o SBT causou uma grande surpresa no mercado televisivo ao anunciar a compra dos direitos da novela e colocá-la no ar. A abertura e o tema foram alterados, de "Xica Rainha", da Bloch Som & Imagem, para "Xica da Silva", de Jorge Ben Jor. O elenco teve a oportunidade de rever o seu trabalho e Taís Araújo disse não se arrepender de nada, já Adriane Galisteu afirmou que a experiência foi traumatizante. Giovanna Antonelli moveu um processo contra o SBT por exibir a novela sem sua autorização, mas perdeu a ação e recebeu apenas os direitos conexos. Novela que Walcyr Carrasco escreveu escondido, estando com contrato com o SBT, mas parado, usando o pseudônimo de Adamo Angel.
- Elenco: Taís Araújo, Victor Wagner, Drica Moraes, Carla Cabral, Murilo Rosa, Carlos Alberto, Altair Lima, Miriam Pires, Giovanna Antonelli, Marcos Breda, Silvia Buarque, Léa Garcia, Sérgio Britto, Lu Grimaldi, Mário Cardoso, Guilherme Piva, Fernando Eiras, Jayme Periard, Maurício Gonçalves, Paulo Reis, Maria Alves, Andréa Avancini, Paulo César Grande, André Felippe Di Mauro, Romeu Evaristo, Eliana Guttman, Kristhel Byancco, Joana Limaverde, Zózimo Bulbul, Teresa Sequerra, Ana Cecília Costa, Lourdes Mayer, José Steinberg, Alexia Dechamps, Lui Mendes, Dalton Vigh, Alexandre Lippiani, Déo Garcês, Sérgio Fonta, Thalma de Freitas.
- Autoria: Baseada no romance "Xica que Manda", de Agripa Vasconcellos. Escrita por Walcyr Carrasco (Adamo Angel), com colaboração de José de Carvalho.
- Direção: Wálter Avancini, Jacques Lagoa, João Camargo, J. Alcântara e Lizâneas Azevedo.
- Exibição: 28/03/2005 a 09/12/2005, às 21h15/21h30/21h45/22h00 em 218 capítulos.
- Origem: TV Manchete de 17/09/1996 a 11/08/1997, às 21h30 em 231 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Xica da Silva", por Jorge Ben Jor.

Os Ricos Também Choram (2005)
Protagonizada por Thaís Fersoza e Márcio Kieling, a história se passa na década de 1930, com Mariana, uma jovem de 18 anos que cresceu livre e solta na fazenda São José. Nunca conheceu seus pais e nem imagina ser a herdeira das terras onde mora, filha de um milionário fazendeiro e dona de sua fortuna. O temido Coronel Evaristo descobre que ela é sua filha e decide mudar o testamento. Sua viúva, Ester, irá atormentar a vida de Mariana na busca pelo dinheiro e pelo poder enquanto ela descobre o verdadeiro amor.
- Curiosidades: O SBT mostrava interesse num remake de "Los Ricos También Lloran" dez 2003, mas a dificuldade em obter texto fez a emissora realizar o projeto dois anos depois. Pouco restou da novela original com o abrasileiramento: a original se passa em dias atuais e esta, na década de 1930, explorando a indústria cafeeira, praticamente uma nova novela com tramas paralelas diferentes e assuntos que não existiam no texto original. Destaque para o núcleo cômico formado por Joaquim Lopes e Celso Bernini, que andavam disfarçados de mulher sob os nomes respectivos de Daphné e Josefina. Doc Comparato foi contratado para escrever a novela, mas por motivos de desentendimento, foi dispensado e em seu lugar entrou Marcos Lazarini. Quando ainda estava na emissora, Doc Comparato pretendia situar a história na década de 1920 e abordar a Semana de Arte Moderna, a chegada do cinema, a expansão da fotografia e a ebulição que São Paulo estava passando, mas com a dispensa de Doc, a emissora alterou a ambientação para os anos 1930 e mostrou a Crise de 1929 provocada pelo crash da bolsa de Nova Iorque, que atingiu as fazendas de café. Teve um investimento total de R$ 13 milhões e um custo de R$ 75 mil por capítulo. A belíssima abertura mostra o cotidiano dos personagens com créditos que aparecem em "objetos".
- Elenco: Thaís Fersoza, Márcio Kieling, Felipe Folgosi, Jonas Bloch, Glauce Graieb, Françoise Forton, Mika Lins, Ludmilla Dayer, Thierry Figueira, Flávia Monteiro, Karla Tenório, Ana Fuser, Marcela Muniz, Nicola Siri, Patrícia Gaspar, Jiddu Pinheiro, Edson Montenegro, Graça de Andrade, Ildi Silva, Magali Biff, Nany de Lima, Joaquim Lopes, Celso Bernini, César Pezzuolli, Guilherme Trajano, Fernando Pavão, Débora Gomez, Carla Fioroni, Milena Toscano, Walter Cruz, Phil Miller, Fernando Neves, Ana Paula Vieira, Anastácia Custódio, Juliana Almeida, Flávio Galvão.
- Autoria: Baseada na obra de Inés Rodena, escrita por Aimar Labaki, Gustavo Reiz, Conchi La Branna e supervisão de texto de Marcos Lazarini.
- Direção: Jacques Lagoa, Luiz Antônio Piá, Henrique Martins, David Grinberg e núcleo de Fernando Rancoletta.
- Exibição: 18/07/2005 a 13/01/2006, às 21h00/21h10/20h50/20h30 em 153 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Pensando em Ti", por Márcia.

Cristal (2006)
Protagonizada por Bianca Castanho e Dado Dolabella, conta a história de Vitória Ascânio, mulher que trabalha de empregada doméstica e acaba tendo um caso com o então seminarista, Ângelo de Jesus. Ela é demitida, expulsa e quando a filha nasce, sem ter nenhuma condição de criá-la, a abandona. Os anos se passam e Vitória se tornou uma estilista de sucesso, enquanto sua filha é Cristina, que sonha em ser modelo e decide procurá-la. Vitória a ajuda e ao mesmo tempo a humilha sem saber que ela é a filha que abandonou e tanto procurou.
- Curiosidades: Semelhante ao que aconteceu com "Os Ricos Também Choram", o SBT teve dificuldades em adquirir o texto de "Cristal" e o projeto demorou a sair do papel por isso. Teve investimentos grandes e foi a primeira novela a ser gravada com câmeras digitais de alta definição (HDTV), com custo médio de 1,2 milhão de reais. Cada capítulo custou aproximadamente R$ 190 mil. O primeiro capítulo foi gravado duas vezes. O diretor Herval Rossano foi contratado às pressas, o que ocasionou em diversas mudanças: cenas foram regravadas e atores trocados. Silvio Santos se reuniu com Herval Rossano e decidiu que o texto seria reescrito, trazendo novas mudanças. Herval foi afastado em razão de uma pneumonia, sendo substituído por sua esposa, Mayara Magri (que trabalha como diretora assistente) e David Grinberg. O elenco era abarrotado de ex-globais, uma grande aposta do SBT para chamar atenção do público. Rodrigo Veronese seria o protagonista e Dado Dolabella o antagonista, mas com as mudanças, Rodrigo foi dispensado e até entrou com um processo contra o SBT. A abertura da novela, que mostrava um desfile de moda, foi realizado com 20 modelos incluindo Bianca Castanho, Gianne Albertoni, Vanessa Pietro e Juliana Almeida, usando a coleção de inverno 2006 de Glória Coelho. Bianca Castanho deixou o estúdio chorando e irritada depois de Dado Dolabella não ter decorado o texto e pedido para gravarem uma cena por partes. Durante a gravação de uma cena na noite de 27/06/2006, o ator Guilio Lopes sofreu um acidente vascular cerebral nos estúdios, sendo substituído por Paulo Reis, voltando por pouco tempo depois de recuperado. A estreia era pra ter ocorrido entre março e abril, mas preferiram evitar uma estreia antes da Copa do Mundo de 2006, com medo da audiência cair, porém, depois de muita indecisão, estreou quatro dias antes da Copa do Mundo. Através de Inocência, personagem de Bárbara Paz, a novela apresentou e colocou em foco o Câncer de Mama e a importância de se cuidar. Para interpretar uma modelo, Bianca Castanho fez laboratório e aprendeu como desfilar e ter postura na passarela.
- Elenco: Bianca Castanho, Dado Dolabella, Bete Coelho, Giuseppe Oristânio, Marisol Ribeiro, Alexandre Barillari, Victor Wagner, Eliana Guttman, Greta Antoine, Bárbara Paz, Sabrina Greve, Martha Mellinger, Marcelo Várzea, Luciene Adami, Vera Gimenez, Luis Baccelli, Patrícia Mayo, Olivetti Herrera, Jonas Mello, Rejane Arruda, Guilherme Trajano, Pepita Rodriguez, Cláudio Curi, Miriam Mehler, Aldine Müller, Nara Gomes, Chica Lopes, Maria Célia Camargo, Gisele Policarpo, Valéria Sândalo, Daniel Alvim, João Bourbonnais, Haydée Figueiredo, Vinícius Gomes, Veridiana Toledo, Guilio Lopes, Alexandre Carlomagno, Jardel Mello, Eugênia de Domênico, Juliana Almeida, Gianne Albertoni, Vanessa Pietro, Silvinha Faro, Patrícia Vilela, Monalisa Gomes.
- Autoria: Baseada na obra de Delia Fiallo, escrita por Anamaria Nunes; tradução de Henrique Zambelli; colaboração de Eleusa Mancini, Maria Lúcia Dahl, Rogério Garcia e supervisão de Thereza de Giácomo.
- Direção: Herval Rossano, Del Rangel, Jacques Lagoa, Luiz Antônio Piá, Mayara Magri e David Grinberg.
- Exibição: 05/06/2006 a 28/10/2006, às 19h30/20h00/20h15 em 124 capítulos.
- Formato: SDTV (Gravada em HDTV).
- Tema de abertura: "Está escrito", por Dado Dolabella.
- Reprise: 2011 (30/05/2011 a 22/11/2011, às 15h15 em 123 capítulos).

Maria Esperança (2007)
Protagonizada por Bárbara Paz e Ricardo Ramory, conta a história de Maria, que sozinha, vende bilhetes de loteria nas ruas para sustentar a família. Ela alvo de um plano do milionário Santiago, vítima de uma doença incurável, que decide se vingar de sua ambiciosa tia Malvina e seus filhos. Ele decide se casar com Maria e deixar toda sua fortuna para ela. Mas ela acaba se apaixonando por Eduardo, o sobrinho de Santiago. Ao se casar com Santiago, Maria ganha o ódio de Malvina, que arma um plano para seu filho Eduardo se casar com a bilheteira e recuperar a fortuna do falecido.
- Curiosidades: Remake de "Maria Mercedes", foi noticiado que a ideia era refazer a trilogia das Marias de transformar Bárbara Paz numa Thalia. Bárbara fez aulas de malabarismo e canto. A primeira opção para o papel de Eduardo era o ator Iran Malfitano, mas que na época era contratado da Globo. Granja Viana, Alphaville e Faculdade Anhembi Morumbi serviram de locações nas externas. Quanto ao nome da novela, Silvio Santos teve muitas dúvidas, até que foi escolhido "Maria Esperança". Foi lançada num "pacote" de programação da emissora em 2007, com o slogan "A concorrência vai tremer", estreando com apenas 2 pontos, mas subindo os números com o tempo. A música tema do casal Maria e Eduardo ficou à cargo de Leandro Lopes, vencedor do "Ídolos 2006", que deu voz a "Nosso Amor é Assim". Gravada em câmeras digitais de alta definição.
- Elenco: Bárbara Paz, Ricardo Ramory, Tânia Bondezan, Nico Puig, Rafael Paiva, Fabiana Alvarez, Walter Breda, Ângela Figueiredo, Vanessa Goulart, Mariana Dubois, Rogério Márcico, César Pezzuoli, Norton Nascimento, Clarrisse Abujamra, Manoelita Lustosa, Bárbara Bruno, Daniel Morozzeti, Greta Antoine, Rafael Chagas, Giácomo Pinotti, Daniel Amaral, Débora Gomez, Maria Célia Camargo, Marcelo Várzea, Ernando Tiago, Alejandra Sampaio, Maurício de Barros, Augusto Zacchi, Pablo Rodrigues, Suzana Abranches, Lisa Vieira, Renan Bega, Maurício Agrella, Kika Julianelli, Ana Saab, Caio Romei, Andrez Gizze, Alexandre Sertori, Wellington de Oliveira, Fernando Neves, Kelly Nascimento, Adriana Ferrari, Ana Paula Vieira.
- Autoria: Baseada na obra de Inés Rodena, escrita por Yves Dumont, com supervisão de texto de Thereza di Giácomo.
- Direção: Henrique Martins, Jacques Lagoa, Luiz Antônio Piá, David Grinberg; direção de núcleo de Fernando Rancoletta.
- Exibição: 26/03/2007 a 07/08/2007, às 19h00/19h30/19h45/19h15 em 97 capítulos.
- Formato: SDTV (Gravada em HDTV).
- Tema de abertura: "Maria Esperança", por Bárbara Paz.
- Reprises: 2011 (17/01/2011 a 31/05/2011, às 15h15 em 95 capítulos), 2015 (09/03/2015 a 06/07/2015, às 15h30 em 86 capítulos).

Amigas & Rivais (2007)
Protagonizada por Thais Pacholek, Lisandra Parede, Karla Tenório e Cacau Melo, conta a história de quatro garotas de classes sociais diferentes: Helena, uma moça rica e mimada; Laura, uma moça batalhadora e que vive ouvindo desaforos da mãe; Olívia, que vive na farra e acaba de descobrir que tem Aids; Nicole, uma moça pobre que trabalha na casa de Helena e sonha em ser famosa. Na guerra e na paz, elas vão descobrir a força da amizade.
- Curiosidades: Enfrentando uma crise complicada na audiência, o SBT estreou "Amigas e Rivais" que sambou e sapateou a programação com as típicas mudanças de horário sem aviso prévio e o fracasso na audiência, chegando a marcar antipico de 1 ponto e médias entre 2 e 3 pontos. Letícia Dornelles contou que os executivos mexicanos adoraram sua versão e que o produtor Salvador Mejía lhe contou que sua versão era melhor que a mexicana. Talita Castro deu um show interpretando a louca Rosana Delaor, uma verdadeira psicopata que tocava o terror entre os personagens enquanto se divertia. O núcleo cômico ficou por conta da turma de gays afetados e um falso gay, que vivia uma vida dupla pra ganhar a vida. Com o fracasso, a ordem de Silvio Santos foi cortar a novela, com cerca de 50 capítulos a menos, estes, foram usados na reprise em 2011. O tema de abertura era interpretado pela vencedora do "Ídolos 2007", Thaeme Mariôto e pelas duas finalistas Lenny Bellard e Shirley Carvalho. Alguns nomes foram alterados em relação com o original, como Olívia (Ofelia) e Nicole (Nayeli). Hebe Camargo fiz uma participação especial como ela mesma no primeiro capítulo. Letícia Dornelles, a autora, acusou o autor Walcyr Carrasco por plágio depois de ter usado expressões como "modéstia à parte eu sou perigosa..." e suas variantes, uma marca da vilã Rosana e que Walcyr usou em "Sete Pecados". Jandir Ferrari deu vida a gêmeos, atuando então, Cauê Bonifácio como seu dublê de corpo.
- Elenco: Cacau Mello, Karla Tenório, Lisandra Parede, Thaís Pacholek, Daniel Ávila, Thierry Figueira, Talita Castro, Joaquim Lopes, Jayme Periard, Umberto Magnani, Lu Grimaldi, Jandir Ferrari, Mika Lins, Renato Scarpin, Olivetti Herrera, Hylka Maria, Raoni Carneiro, Ana Olívia Seripieri, Flávia Pucci, Hermano Moreira, Josmar Martins, Reinaldo Ritts, Marcelo Galdino, Tânia Castelo, Walter Cruz, Ana Paula Grande, Marcelo Szykman, Renata Ricci, Thiago Tenório, Nara Gomes, Kiko Nunes, Ana Fuser, Flávio Guarnieri, Bruno Lopes, Beto Marden, Pedro Paulo Rossa, Gilmar Guido, Felipe Severo, Roberto Skudero, Adriana del Claro, Jalusa Barcellos, Juliana Mesquita, Adriana Quadros, Suzana Alves, Márcia de Oliveira.
- Autoria: Baseada na obra de Alejandro Pohlenz, escrita por Letícia Dornelles, com revisão de texto de Thereza di Giácomo.
- Direção: Henrique Martins, Jacques Lagoa, Lucas Bueno, Ana Maria Dias e David Grinberg.
- Exibição: 06/08/2007 a 18/01/2008, às 19h25/19h45/20h15/20h30/20h45/21h00/21h15 em 140 capítulos.
- Formato: SDTV (Gravada em HDTV)
- Tema de abertura: " Na Guerra e na Paz", por Thaeme Mariôto, Lenny Bellard e Shirley Carvalho.
- Reprise: 2011 (25/04/2011 a 10/01/2012, às 14h15 em 183 capítulos).

Pantanal (2008)
Protagonizada por Cristiana Oliveira, Marcos Winter e Cláudio Marzo, conta a história da selvagem Juma Marruá, que vive sob a lenda de virar onça no Pantanal. Ela se apaixona por Joventino e acaba indo para o Rio de Janeiro com ele.
- Curiosidades: Benedito Ruy Barbosa apresentou a sinopse na Globo mas acabou engavetada, até que a Manchete o contratou e ele realizou o sonho de dar vida à "Pantanal", levando consigo vários atores globais. Contratada da Manchete, Carolina Ferraz se recusava a atuar na novela, até receber uma ameaça de demissão. Almir Sater saiu da novela para protagonizar "Ana Raio e Zé Trovão". A maior parte das filmagens foram realizadas no Pantanal e o restante, em São Paulo e Rio de Janeiro. Assim que começou a ser exibida no SBT, a Globo, junto a Benedito Ruy Barbosa, moveu um processo judicial contra o SBT por direitos, já que seria de Benito, contratado da emissora. O resulto do processo: em primeira instância, o SBT foi condenado por agir de má fé em exibir a trama sem qualquer tipo de aviso, mas em segunda instância, a emissora venceu o processo e Benedito Ruy Barbosa acabou desistindo. As chamadas de estreia no SBT não traziam nada à respeito da novela, apenas citada como uma "Arma Secreta". A abertura foi refeita e quem apareceu nua desta vez foi a modelo Glenda Santos (na original era Nani Venâncio). Com a novela já no ar, muitas chamadas foram jogadas na programação com os dizeres: "Quando acabar a novela da Globo, A Favorita, troque de canal e veja Pantanal!".
- Elenco: Cláudio Marzo, Cristiana Oliveira, Marcos Winter, Jussara Freire, Marcos Palmeira, Elaine Cristina, Ângela Leal, Ângelo Antônio, Luciene Adami, Tarcísio Filho, Sérgio Reis, Andréa Richa, Ítala Nandi, José de Abreu, Flávia Monteiro, Ernesto Piccolo, Eduardo Cardoso, Almir Sater, Rômulo Arantes, Marcos Caruso, Ewerton de Castro, Giovanna Gold, Ivan de Almeida, Lana Francis, Carolina Ferraz, Cássia Kis Magro, Ingra Liberato, José Dumont, Oswaldo Loureiro, Tânia Alves, Sérgio Britto, Nathália Timberg, Rosamaria Murtinho, Antônio Petrin, Paulo Gorgulho.
- Autoria: Escrita por Benedito Ruy Barbosa.
- Direção: Carlos Magalhães, Roberto Naar, Marcelo de Barreto e Jayme Monjardim.
- Exibição: 09/06/2008 a 13/01/2009, às 22h00 em 187 capítulos.
- Origem: TV Manchete de 27/03/1990 a 10/12/1990, às 21h30 em 216 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Pantanal", por Sagrado Coração da Terra.

Revelação (2008)
Protagonizada por Tainá Müller e Sérgio Abreu, narra a história de amor de Lucas e Victória que se dá início em Lisboa (Portugal). No Brasil, na fictícia cidade de Tirânia, existe um personagem Oculto, que sempre conversa por telefone com Ermírio, mostrando interesse em separar Lucas e Victória. Um casal que vai ter que superar muitas barreiras para serem felizes juntos.
- Curiosidades: Depois de 9 anos, o SBT voltava a produzir uma novela 100% nacional em produção e história original. Foi um projeto ambicioso para os padrões do SBT: com Silvio Santos na dúvida, Íris precisou "se virar sozinha" procurando por uma equipe de roteiristas e colaboradores, além de consultorias com Thereza de Giácomo e ajuda de uma amiga médica. Com os atrasos, estreou com quase todos os capítulos gravados. O título "Revelação" foi escolhido por Silvio Santos, que com toda a novela já escrita, foi necessário que Íris e sua equipe criassem o que seria essa revelação, que não existia inicialmente. Os primeiros capítulos foram gravados em Portugal, nas cidades de Lisboa e Cascais. Foram construídas duas cidades cenográficas: uma na sede do SBT e outra em Jundiaí. Cada capítulo custou aproximadamente R$ 200 mil reais.
- Elenco: Tainá Müller, Sérgio Abreu, Thaís Pacholek, Marcelo Saback, Flávio Galvão, Antônio Petrin, Elaine Cristina, César Pezzuoli, Talita Castro, Daniel Alvim, Cláudia Mello, Walter Breda, Renata Zhaneta, Erom Cordeiro, Fábio Villa Verde, Maristane Dresch, Bruno Gradim, Renata Ricci, Jiddu Pinheiro, Ana Carolina Godoy, Lara Córdula, Tânia Bondezan, Ariel Mosche, Camilla Camargo, Felipe Cardoso, Anastácia Cardoso, Rodolfo Valente, Caroline Molinari, Nize Silva, Renata Sayuri, Nábia Villela, Veridiana Toledo, Marcelo de Barros, Douglas Aguillar, Vinícius de Loiola, Velson D'Sousa, Raphael Montagner, Fernão Lacerda, Alexandre Frederico, Alejandra Sampaio, Marcelo Selingardi, Edu Martins, Felipe Severo, Klara Castanho, Henrique Martins, Clemente Viscaíno, Diogo Morgado, Joana Solnado, Abrahão Faarc, Maria Eugênia de Domênico, Adão Filho, Cristina Sano, Bia Sion.
- Autoria: Escrita por Íris Abravanel, com colaboração de Rita Valente, Grace Iwashita, Raphael Braumgardt, Caio Britto, Carlos Marques, Gustavo Braga, Fany Lima; consultoria de texto de Thereza di Giácomo; supervisão de Yves Dumont.
- Direção: Henrique Martins, Jacques Lagoa, Annamaria Dias e David Grinberg.
- Exibição: 08/12/2008 a 15/06/2009, às 23h10/22h30/22h20/22h00 em 163 capítulos.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Amanhece um outro dia", por Sá, Rodrix e Guarabira.

Dona Beija (2009)
Protagonizada por Maitê Proença e Gracindo Júnior, narra a história de Beija, uma mulher que é raptada e como vingança para o seu sequestrador, se serve aos homens a troca de jóias e ouro. Cheia de dinheiro, ela retorna para Araxá atrás de seu grande amor, Antônio.
- Curiosidades: O autor traçou um aprimorado perfil da época, tendo como base os romances "Dona Beija, a Feiticeira do Araxá" de Thomas Leonardos e "A Vida em Flor de Dona Beija" de Agripa Vasconcelos. Apostando no erotismo pra chamar atenção do público, Maitê Proença apareceu numa cena inesquecível da trama: numa montada em um cavalo. Foi anunciada pelo SBT como a nova "Arma Secreta" e estreou em sigilo, depois da emissora adquirir as fitas da massa falida da Manchete num leilão. Com uma imagem precária, não teve nem de longe a mesma repercussão da antecessora, "Pantanal". O SBT anunciou segundos antes de estrear, em uma tela de fundo azul, que tinha adquirido os direitos da novela legalmente e qualquer pessoa que tivesse importância a receber em razão da compra de "Dona Beija", que procurasse a emissora imediatamente.
- Elenco: Maitê Proença, Gracindo Júnior, Carlos Alberto, Bia Seidl, Marcelo Picchi, Abrahão Faarc, Maria Fernanda, Mayara Magri, Edwin Luisi, Sérgio Britto, Sérgio Mamberti, Arlete Salles, Lafayette Galvão, Marilu Bueno, Virgínia Campos, Jonas Mello, Maria Isabel de Lizandra, Jayme Periard, Fernando Eiras, Ary Coslov, Castro Gonzaga, Monah Delacy, Breno Bonin, Mário Cardoso, Renato Borghi, Isaac Bardavid, Angelito Mello, João Signorelli, Guilherme Karan, Elisa Fernandes, Roberto Orosco, Nina de Pádua.
- Autoria: Baseada nas obra de Thomas Othon Leonardos e Agripa Vasconcelos, escrita por Wilson Aguiar Filho, com colaboração de Carlos Heitor Cony.
- Direção: Herval Rossano e David Grinberg.
- Exibição: 06/04/2009 a 04/07/2009, às 22h30/23h00 em 78 capítulos.
- Origem: TV Manchete de 07/04/1986 a 11/07/1986, às 21h30 em 89 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Tema de Dona Beija", por Wagner Tiso, Fernando Brandt, Conjunto Viva Voz.

Vende-se Um Véu de Noiva (2009)
Protagonizada por Dayenne Mesquita e Daniel Alvim, narra história de amor de Eliana Vilela e Gustavo Baronese, que se envolvem num acidente de carro. Depois da cerimônia de casamento, Eliana e seu marido Mário, sofrem um acidente de carro numa colisão com o automóvel de Gustavo. Apaixonado por ela, ele se disponibiliza a pagar os custos médicos, mas ela não aceita e passa a desprezá-lo. Eliana decide colocar à venda na internet o seu véu de noiva, enquanto Gustavo tenta reconquistar Eliana e Marize tenta atrapalhar e se entregar aos braços de Gustavo.
- Curiosidades: Cada capítulo custou cerca de R$ 180 mil reais. Ambientada no litoral paulista, as locações foram feitas no Guarujá, explorando praias e ilhas. Com tom ecológico, a história pretendeu abordar questões polêmicas e atuais, como a preservação da fauna marinha, biodiversidade e poluição das águas. Reuniu Marcos Winter e Elaine Cristina numa novela novamente depois de "Pantanal", onde interpretavam sobrinho e tia, e agora, amantes. O SBT contratou o transexual Fabianna Brazil para atuar na trama, vivendo o travesti Andressa Carla, pago pela vilã Eunice Baronese para desmoralizar Homero (Marcos Winter).  A maior parte do elenco foi reaproveitado da novela anterior, "Revelação". O fracasso da novela era evidente e passaram a fazer a loucura de colocar o casting da emissora numa quantidade excessiva de participações especiais, o que resultou numa bagunça de grandes proporções. Participações especiais de Carlos Massa (o Ratinho), Íris Abravanel, Patrícia Salvador, Lívia Andrade, Eliana, Lígia Mendes, Isabella Fiorentino, Arlindo Grund, Christina Rocha, Hebe, Carlos Alberto de Nóbrega, Celso Portiolli, Cris Poli e Silvio Santos.
- Elenco: Dayenne Mesquita, Daniel Alvim, Zé Carlos Machado, Thaís Pacholek, Elaine Cristina, Maria Estela, Marcos Winter, Márcia de Oliveira, Samantha Dalsoglio, Nando Rodrigues, Jiddu Pinheiro, Tânia Bondezan, Roberto Lopes, Ana Carolina Godoy, Antônio Petrin, Renata Zhaneta, Talita Castro, Bukassa Kabengele, Ariel Moshe, Anástacia Custódio, Ernando Tiago, Fábio Villa Verde, Cláudia Mello, Marcela Muniz, Sérgio Abreu, Maristane Dresch, Marcelo Saback, Velson D'Sousa, Douglas Aguillar, Guilherme Lopes, Veridiana Toledo, Janaína Lince, Maurício de Barros, Rafael Fernandes, Felipe Cardoso, Caroline Molinari, Vinícius Ricci, Nábia Vilela, Alexandre Bacci, Daniel Morozetti, Daniela Franco, Moacyr Franco, Fábio Saltini, Alejandra Sampaio, Felipe Severo, Rayana Vidal, Rafael Chagas, Elam Lima, Ronaldo Oliva, Marcelo Batista.
- Autoria: Baseada na obra radiofônica de Janete Clair, escrita por Íris Abravanel, Jacqueline Vargas e Yoya Wursch, com colaboração de Rita Valente, Grace Iwashita, Raphael Baumgardt, Caio Britto, Helly Aguida, Gustavo Braga, Fany Lima e Carlos Marques.
- Direção: Rodolfo Silot, Luiz Antônio Piá e Del Rangel.
- Exibição: 16/06/2009 a 09/01/2010, às 22h30/22h15/22h00/21h45 em 177 capítulos.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Um novo amor", por Flávio Venturini.

Uma Rosa Com Amor (2010)
Protagonizada por Carla Marins e Cláudio Lins, narra a história do empresário francês Claude, dono de uma construtora que precisa urgentemente um visto de permanência no Brasil para assim, fechar um contrato milionário. Noivo da ambiciosa Nara, o jeito é deixá-la de lado e armar um casamento de fachada, decidindo unir-se em matrimônio com sua secretária, a solteirona Serafina. Para fechar o acordo, Claude oferece a Serafina o valor de R$ 1 milhão, dinheiro que pode salvar todos os moradores do cortiço onde mora, depois de terem recebido uma ameaça de despejo. Aceitando fazer parte desta farsa, Serafina e Claude terão de fazer papel de marido e mulher e nem imaginam que vão acabar se apaixonando de verdade.
- Curiosidades: O autor da versão original da novela, Vicente Sesso, lançou críticas a respeito da escalação de elenco e as alterações no enredo feitas por Tiago Santiago. Terceira novela da "reforma" na teledramaturgia do SBT e a primeira de Tiago Santiago no SBT. As gravações sofreram atraso depois que uma forte chuva danificou a cidade cenográfica. Demorou pra engrenar na audiência e neste ponto, Silvio Santos mandou que encurtassem a novela, que fechou com 35 capítulos a menos; Depois da edição de cortes, a audiência começou a subir e Silvio se arrependeu de sua decisão e quis que esticassem para 205 capítulos, mas já era tarde, cenários já haviam começado a serem desmontados e 90% do elenco teve o contrato encerrado. Teve um orçamento avaliado em R$ 35 milhões. A trilha sonora foi lançada em três edições, uma com os temas da novela e os outros dois, com músicas eletrônicas intitulado "Uma Rosa com Amor - Pista Hits 2010 - Volume 1 e 2". O tema de abertura foi "Oh, Pretty Woman", canção que ficou famosa pelo filme "Uma Linda Mulher", de 1990. O último capítulo foi exibido numa segunda-feira.
- Elenco: Carla Marins, Cláudio Lins, Mônica Carvalho, Edney Giovenazzi, Betty Faria, Toni Garrido, João Acaiabe, Isadora Ribeiro, André Cursino, Sabrina Petraglia, Felipe Lima, Lúcia Alves, Nilton Bicudo, Jussara Freire, Carlo Briani, Fabio Rhoden, Marina Stacciarini, Rubens Caribé, Patrícia De Jesus, Ana Carolina Dias, Luciana Vendramini, Gisele Fraga, Renato Scarpin, Joana Limaverde, Daniel Uemura, Vanessa Kseib, Etty Fraser, Clarisse Abujamra, Bruno Bezerra, Roberto Arduin, Maria Cláudia, Greta Antoine, Mila Ribeiro, Márcia Kaplun, Elam Lima, João Pedro Carvalho, Pietra Pan.
- Autoria: Baseada na obra de Vicente Sesso, escrita por Tiago Santiago, com colaboração de Renata Dias Gomes e Miguel Paiva.
- Direção: Luiz Antônio Piá, Rodolfo Silot e Del Rangel.
- Exibição: 01/03/2010 a 16/08/2010, às 20h15 em 145 capítulos.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Oh, Pretty Woman", por Roy Orbison.
- Reprise: 2011 (28/03/2011 a 18/10/2011, às 15h45/16h00 em 145 capítulos).

A História de Ana Raio e Zé Trovão / Ana Raio e Zé Trovão (2010)
Protagonizada por Ingra Liberato e Almir Sater, narra a história de Ana de Nazaré, que se transforma em Ana Raio, uma afamada peoa de uma companhia de rodeios. Ela percorre o país com sua caravana e procura pela filha que foi arrancada de seus braços ainda bebê. Um dia, a caravana de Ana Raio cruza com outra caravana importante, cuja maior atração é o peão Zé Trovão, um rapaz que desconhece seu passado. Entre rodeios, feiras e viagens pelo Brasil, começa a emocionante história de amor de Ana Raio e Zé Trovão.
- Curiosidades: Depois do sucesso de "Pantanal", a Manchete apostou numa novela cheia de rodeios, música sertaneja e que percorria o Brasil, fazendo uso do slogan da emissora, "O Brasil que o Brasil não conhece!", tendo cenários naturais nunca exibidos em novelas antes. Irene Ravache e Regina Braga (vivendo elas mesmas), Beto Carrero, Orlando Orfei, Sula Miranda, Roberta Miranda, Rui Mauriti, Renato Teixeira, Chitãozinho & Xororó, Sandy & Júnior, Milionário & Zé Rico, Xangai, Sérgio Reis, Nalva Aguiar, Lílian, entre outros. O SBT prometeu exibi-la numa versão editada com mais ritmo e menos capítulos, mas acabou sendo esticada para esperar que terminasse o "Big Brother Brasil 2011" e assim, pudesse estrear a novela "Amor & Revolução". Muitos capítulos sofreram cortes (a maioria  que beirava o impossível de ser assistido) devido às péssimas condições que as fitas foram armazenadas pela massa falida da Manchete. Na ocasião, o SBT relançou dois CDs da trilha sonora da novela. Na abertura exibida pelo SBT pouco sofreu alteração, como foi o caso do logotipo e o merchandising do posto Ipiranga, que foi substituído pela palavra "gasolina".
- Elenco: Ingra Liberato, Almir Sater, Tamara Taxman, Nelson Xavier, Micaela Góes, Giuseppe Oristânio, Xandô Batista, Roberto Bontempo, Ruy Rezende, Luis Maçãs, Íris Bustamante, Andréa Cavalcanti, Gisela Reimann, Luciano Vianna, Valéria Alencar, Geisa Gama, Lu Grimaldi, Ivan de Almeida, Miguel Magno, Ângela Leal, Carlos Gregório, Eduardo Silva, Edmundo Félix, Tatiana Toffoli, Zé Capeta, Lolita Rodrigues, Elizabeth Hartmann, João Camargo, Charles Möeller, Denis Feldman, Demian Feldman, Célia, Celma, Marcos Caruso.
- Autoria: Escrita por Marcos Caruso e Rita Buzzar; ideia de Jayme Monjardim.
- Direção: Roberto Naar, Marcos Schechtmann, Henrique Martins, Marcelo Travesso.
- Exibição: 07/06/2010 a 04/04/2011, às 22h30/22h15 em 258 capítulos.
- Origem: TV Manchete de 12/12/1990 a 13/10/1991, às 21h30 em 251 capítulos.
- Formato: SDTV.
- Tema de abertura: "Raio e Trovão", por Sagrado Coração da Terra.

Amor & Revolução (2011)
Protagonizada por Graziela Schmitt e Cláudio Lins, narra a história de amor entre Maria Paixão e José Guerra em meio à Ditadura Militar. Ela é uma estudante comunista e ele, filho de um militar linha dura que terão de lutar para viver juntos.
- Curiosidades: Teve um orçamento avaliado em R$ 35 milhões. Tiago Santiago pretendia escrever uma novela sobre a ditadura desde 1995, quando ainda era da Rede Globo, quando chegou a apresentar a sinopse e a emissora recusou. Por tratar-se de uma novela que se desenrolava em meio à parte da história do país, o SBT realizou um workshop com o elenco conduzido pela jornalista Joyce Ribeiro, onde foram apresentados depoimentos de torturados pela ditadura, começando pelo músico Luiz Ayrão, o político Ricardo Zarattini, Carlos Russo Jr. e a jornalista Rose Nogueira, que teve seu filho, recém-nascido, ameaçado de ser queimado vivo em sua frente pelos militares. Os atores tiveram aulas e aprenderam a atirar e como manejar uma arma, artes marciais, aulas de expressão corporal e coreografia de luta para a composição de cenas e caracterização de personagens. Tiago Santiago pensou em abordar a história de Che Guevara, mas acabou não recebendo autorização da família. O produtor executivo Sérgio Madureira sofreu um AVC e veio a falecer uma semana antes da estreia, abalando a equipe da novela. Alice Braga e Dayenne Mesquita fizeram testes para o papel da protagonista, Maria Paixão. Para encerrar todos os capítulos, foram usados depoimentos de pessoas que sofreram com a ditadura militar entre 1964 a 1985, seu tempo de duração, mas deixaram de exibi-los tempo depois já que não encontravam nenhum militar ou ex-militar que quisesse falar sobre o assunto e mostrar o outro lado da história. As cenas em Cuba foram gravadas em São Paulo. Apesar da produção bem caprichada, foi um fracasso e chegava a números inferiores aos das reprises vespertinas da emissora. Apesar de inseridas no contexto histórico, as pesquisas apontavam que o público rejeitava as cenas de violência e tortura. No capítulo exibido em 12/05/2011, causou reboliço ao levar ao ar a cena de um beijo gay entre duas mulheres, as personagens Marcela e Marina, de Luciana Vendramini e Giselle Tigre respectivamente. Tiago Santiago comentou que foi a novela mais difícil da sua carreira. Chocou ao exibir uma cena de sexo na sacristia de uma igreja (um padre também já apareceu pelado rezando) com o padre transando com uma infiel e a engravidando. Joana Limaverde deu vida a uma atriz que ganha um papel numa novela dos anos 60, havendo a reprodução de uma cena da novela "Redenção". Além de usar o CDT da Anhaguera para as gravações, foram feitas locações em fazendas e sítios de São Paulo. A trilha sonora era composta por grandes sucessos da MPB que marcaram a época do regime ditatorial, tendo várias canções ganhado releituras com novos intérpretes. Na última semana da novela, o SBT promoveu uma enquete no site para que o público pudesse escolher o destino dos personagens Jandira (Lúcia Verrissimo), Marcela (Luciana Vendramini) e Padre Inácio (Pedro Lemos), sendo gravados dois finais alternativos para cada personagem. Uma boa parte do elenco vinha da novela "Uma Rosa Com Amor". Antes de começar o capítulo, uma vinheta mostra um documento e o locutor diz "Agora, mais um campeão de audiência. Censura catorze anos".
- Elenco: Cláudio Lins, Graziela Schmitt, Thaís Pacholek, Licurgo Spínola, Lúcia Veríssimo, Reynaldo Gonzaga, Glauce Graieb, Nico Puig, Patrícia de Sabrit, Cláudio Cavalcanti, Jayme Periard, Mário Cardoso, Fátima Freire, Giselle Tigre, Luciana Vendramini, Gustavo Haddad, Paulo Leal, Joana Limaverde, Patrícia de Jesus, Fábio Villa Verde, Cacá Rosset, Carlos Artur Thiré, Ernando Tiago, Fábio Rhoden, Tiago Picchi, Nicole Puzzi, Antônio Petrin, Ivan de Almeida, Carlos Dias, Diogo Savalla Picchi, Pedro Lemos, Marilice Cosenza, Lui Mendes, Natasha Haydt, Dani Moreno, Aimée Ubacker, Natália Vidal, Élcio Monteze, Tiago Abravanel, Daniel Marinho, Bruna Carvalho, Thaynara Bergamim, Marcelo Reis, Roberto Skora, Marcelo Camargo, Diego Montez, Waldyr Gozzi, Mariusa Bregôli, Alexandre Frederico, Isadora Petrin, Regina Remencius, Blota Filho, Gabriela Alves, Marcos Breda, Isadora Ribeiro, Rogério Márcico, Samantha Dalsoglio, Cidinha Millan, Camila dos Anjos, Mário Borges, Victor Branco, Solange Theodoro.
- Autoria: Escrita por Tiago Santiago, com colaboração de Miguel Paiva, Renata Dias Gomes e Elliana Garcia.
- Direção: Luiz Antônio Piá, Marcus Coqueiro e Reynaldo Boury.
- Exibição: 05/04/2011 a 13/01/2012, às 22h30/21h45/22h45/22h15 em 204 capítulos.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Roda Viva", por MPB4.

Corações Feridos (2012)
Protagonizada por Patrícia Barros e Flávio Tolezani, a história gira em torno das primas Amanda e Aline. Criadas juntas desde pequenas pelos tios, Aline sempre odiou Amanda e tenta fazer a cabeça da família contra a moça. Ela se envolve com Rodrigo Sotelli, o rouba e ao saber que ela esperava um filho seu e abortou, Rodrigo se mata. De volta pra cidade, ela planeja tudo e faz parecer que Amanda era a namorada e a culpada pela morte do rapaz. Eis que aparece Eduardo Sotelli, um homem charmoso que conquista Amanda e deseja se casar e tornar a vida dela um inferno, realizando assim, a sua vingança. Mas o que ele nem imagina é que está cometendo uma grande injustiça e condenando a mulher errada.
- Curiosidades: Gravada em 2010, sua estreia ocorreria no mesmo ano em substituição a "Uma Rosa com Amor", mas dada a desculpa do Horário Eleitoral, quem entrou no ar foi a reprise de "Canavial de Paixões", voltando a ser anunciada para Novembro de 2011 (com teaser) e em seguida, remanejada para janeiro de 2012 quando finalmente estreou. Enquanto estava sendo exibida, Victor Pecoraro e Cynthia Falabella podiam ser vistos na novela "Aquele Beijo" na Globo. Seguindo com fidelidade ao texto mexicano, o remake de "La Mentira" pecou na escolha do elenco, em sua maioria fraco e despreparado. A partir do capítulo 73 passou a ser veiculada com a classificação indicativa de 12 anos (antes imprópria para menores de 10 anos). Cada capítulo teve um custo aproximado de R$ 180 mil. Como forma de economizar, grande parte do elenco era desconhecido e moradores de São Paulo, para evitar gastos em pontes aéreas e hotéis, além de ser gravada em estúdio, sem cidade cenográfica e com locações numa fazenda em Tatuí. A crítica detonou o elenco a fraca divulgação e os cenários simplórios usados para passar imagem de riqueza e ambientação, com pontos positivos para a direção, fotografia e estilo. O tema de abertura seria "Gota d'Água" de Chitãozinho & Xororó, mas foi substituído por "Coisa de Deus" da dupla Rick & Renner. A trilha sonora não foi lançada comercialmente por divergências de direitos. Participação especial de Chitãozinho & Xororó como eles mesmos.
- Elenco: Flávio Tolezani, Patrícia Barros, Cynthia Falabella, Victor Pecoraro, Ronaldo Oliva, Paulo Coronato, Jacqueline Dolabona, Antônio Abujamra, Marco Antônio Pâmio, Iara Jamra, Sissi Zucato, Rita Batata, Jacqueline Sato, Lílian Fernandes, Fran Landin, Ricardo Homuth, Adriana Lessa, Bruno Autran, Elaine Mickely, Blota Filho, Larissa Eberhardt Prado, Avilse Camozzi, Marcelo Góes, Elizabeth Hartmann, César Negro, Isabeau Christine, Junno Andrade, Beto Nasci, Lívia Andrade, Cláudio Andrade, Lena Whitaker, Milena Ferrari, Eda Nagayama, Paulo Zulu, Larissa Manoela, José Schull, Kako Nolasco, Eliana Ferraz, Aiman Hammoud.
- Autoria: Baseada na obra de Caridad Bravo Adams, escrita por Íris Abravanel; com colaboração de Caio Britto, Carlos Marques, Fany Lima, Grace Ywashita, Gustavo Braga e Marcela Arantes; supervisão de texto de Rita Valente.
- Direção: Rodolfo Silot, Luiz Antônio Piá e Del Rangel.
- Exibição: 16/01/2012 a 23/05/2012, às 20h30/21h15 em 93 capítulos.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Coisa de Deus", por Rick & Renner.

Carrossel (2012)
Protagonizada por Rosanne Mulholland, conta a história de uma turma de crianças que estudam no terceiro ano na Escola Mundial e são lecionados pela amada e dedicada professora Helena Fernandes. Seus alunos são Adriano, Alicia, Bibi, Carmem, Cirilo, Daniel, Davi, Jaime, Jorge, Kokimoto, Laura, Maria Joaquina, Margarida, Marcelina, Mário, Paulo e Valéria. De diferentes classes sociais, raças e crenças, eles aprendem os dilemas da vida, enfrentam as dificuldades e aprontam as maiores travessuras.
- Curiosidades: A ideia de fazer a adaptação de "Carrossel" surgiu de Daniela Beyruti, diretora artística do SBT e filha de Íris Abravanel e Silvio Santos. Cinco mil crianças se cadastraram para seis fases de testes de atuação, em que contracenavam como se estivessem em uma gravação, improvisando as falas e as ações dos personagens, passando cerca de uma hora sendo avaliados e, a cada fase, alguns iam sendo eliminados e outros progrediam. Maísa Silva foi a única criança a entrar para o elenco sem ter passado por testes. Durante um período, os testes foram feitos no programa "Domingo Legal", onde uma sala de aula foi montada e os candidatos fizeram algumas cenas, dirigidas por Del Rangel (primeiro diretor da novela). Para divulgar a novela, o elenco infantil participou de diversos programas da emissora. Para o bem-estar do elenco mirim, as crianças gravavam aproximadamente cinco horas por dia e o SBT contratou uma equipe de profissionais especializados para acompanhar o dia a dia delas, contando com Pedagoga, Fonoaudióloga, Psicóloga, Pediatra e uma Nutricionista num processo de acompanhamento e diálogo diário com o elenco mirim e seus pais. Para ajudar a controlar os ânimos da turminha de atores, o SBT contou com uma profissional que acompanhava o comportamento de cada “aluno” reproduzindo uma espécie de boletim, em que eram avaliados itens como atenção, obediência e respeito à autoridade, entre outros. As crianças só podem trabalhar por seis horas diárias (14h às 20h, nesse caso), segundo acordo firmado com o Conselho Tutelar, fazendo com que a equipe gravasse meio capítulo por jornada, metade do que é recomendado para novelas, ocasionando um atraso na frente de capítulos gravados. As cenas não eram gravadas por capítulo, mas de forma separada. As cenas de "Carrossel" eram gravadas nos estúdios 7 e 8 e também na cidade cenográfica do CDT Anhanguera. A construção dos cenários da Escola Mundial foi inspirada nas obras do arquiteto Lelé, compostas por linhas e cores primárias, e faziam referência ao universo infantil. Além da audiência, o sucesso de "Carrossel" também pôde ser medido pela venda de publicidade e no lançamento de centenas de produtos licenciados:chegaram às bancas o álbum de figurinhas da novela; a fábrica de brinquedos Estrela lançou no mercado os bonecos dos personagens Cirilo, Maria Joaquina, Valéria e Carmem; além de materiais escolares e entre outros; a empresa de chocolate Cacau Show espalhou seis bilhetes dourados em um lote de 200.000 tabletes de chocolate, a 4,50 reais cada um; os cupons davam direito a uma visita à linha de produção da indústria e às gravações da novela, nos moldes da trama do clássico filme "A Fantástica Fábrica de Chocolate" (1971). O produto sumiu das lojas em vinte dias, o que acabou rendendo uma encrenca com o Procon, que ordenou a retirada do comercial de televisão do ar. A área musical lucrou com o lançamento de CDs com a trilha sonora e DVDs com clipes musicais dos personagens. Durante o período de pré-produção da novela, problemas com o então diretor Del Rangel o afastaram da produção, passando a ser substituído por Reynaldo Boury. Com o sucesso da “pegadinha da Menina Fantasma” (a que aparecia no elevador), no "Programa Silvio Santos", a intérprete da personagem, Anna Livya Padilha, fez uma participação especial na novela, em que assustava alguns personagens. O craque de futebol Neymar fez uma participação na novela em março de 2013, como o técnico de futebol da Escola Mundial com cenas gravadas na Vila Belmiro, em Santos. O último capítulo contou com a participação do maestro Júlio Medaglia, que regeu a Orquestra Sinfônica de Jovens, enquanto o elenco mirim cantou a música-tema da novela. Algumas cenas foram gravadas no circo Tihany, localizado no bairro da Barra Funda, em São Paulo.  O SBT passou a exibir a partir do dia 29/07/2013, às 18h20, o "Clube do Carrossel", com brincadeiras, prêmios e exibição de desenhos animados. A atração era apresentada pelos personagens Marcelina (Vitória Zimmerman) e Kokimoto (Matheus Ueta), mostrando também trechos da novela. O elenco da novela também estreou a turnê Carrossel, o Show, que começou em 13/07/2013, no Rio de Janeiro e viajou por outras cidades no Brasil. Sua primeira reprise ocorreria às 18h30 a partir de 05/08/2013, mas foi cancelada antes de estrear. Foi reprisada pela primeira vez de 02/09 a 20/09/2013, às 18h30, retirada do ar com o anúncio da estreia do novo "Aqui Agora", que foi chamado de "SBT Notícias". Rendeu até o momento um desenho animado de 26 episódios, uma série chamada "Patrulha Salvadora" e dois filmes intitulados "Carrossel: O Filme" e "Carrossel 2 - O Sumiço de Maria Joaquina", estes que fizeram um sucesso de grandes proporções nas bilheterias dos cinemas brasileiros. Distribuída internacionalmente pela Televisa, foi exibida em Angola, Indonésia, Bolívia, Equador, Nicáragua, Gana, República Dominicana, Costa Rica, Moçambique, Venezuela, Quênia, El Salvador, Paraguai, Chile, Hungria, Inglaterra, Escócia, União Europeia, Colômbia, Japão, México, Guatemala, Panamá, Honduras. Na internet, "Carrossel" foi um dos assuntos mais comentados, ficando em 7º lugar, de acordo com a TV Square e possuiu 1,75% das menções nas redes sociais.
- Elenco: Rosanne Mulholland, Konstantino Atanassopolus, Esther Marcos, Fernanda Concon, Vitória Diniz, Stefany Vaz, Jean Paulo Campos, Thomaz Costa, Guilherme Seta, Nicholas Torres, Léo Belmonte, Mateus Uetha, Aysha Benelli, Larissa Manoela, Anna Victória Zimmermann, Gustavo Daneluz, Lucas Santos, Maísa Silva, Gustavo Wabner, Fernando Benini, Noemi Gerbeli, Lívia Andrade, Ilana Kaplan, Márcia de Oliveira, Carlinhos Aguiar, Kiane Porfírio, Cris Bonna, Clarissa Drebtchinsky, Ithamar Lembo, Nábia Vilela, Henrique Stroeter, Ivana Domênico, Renan Cuísse, Fábio Di Martino, Adriana Del Claro, Marcelo Batista, Adriana Alves, Daniel Satixe, Renata Airoldi, Marcelo Cunha, Gabi Saraiva, Fábio Dias, Camila Raffanti, Bruno Perillo, Patrícia Pichamone, Lílian Blanc, Pedro Osório, Silvia Menabó, Paulo Gandolfi, Ornellas, Déo Garcês. 
- Autoria: Baseada no original de Abel Santacruz, Lei Quintana, Valéria Phillips, escrita por Íris Abravanel; supervisão de texto de Rita Valente; colaboração de Carlos Marques, Fany Higueira, Grace Iwashita, Gustavo Braga e Marcela Arantes.
- Direção: Luiz Antônio Piá, Roberto Menezes, Paulo Soares e Reynaldo Boury.
- Exibição: 21/05/2012 a 26/07/2013, às 20h30/19h50/20h15 em 310 capítulos.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Carro-Céu", por Priscilla Alcântara e Yudi Tamashiro.
- Reprises: 2013 (02/09/2013 a 20/09/2013, às 18h30, cancelada com 15 capítulos exibidos), 2015 (16/03/2015 a 13/09/2016, às 21h15/21h30/22h00 em 392 capítulos). 

Chiquititas (2013 a 2015)
Protagonizada por Manuela do Monte e Giovanna Grigio, a novela narra as aventuras de Mili e suas amigas que moram no orfanato Raio de Luz, uma instituição mantida por José Ricardo Almeida Campos. Supervisionados pela doce e gentil Carolina, as crianças descobrem o mundo, divertem-se e encaram os primeiros dilemas do amor. Há ainda um grande segredo sobre a origem de Mili, uma menina sonhadora e alegre que na verdade, é a neta desaparecida de José Ricardo e a herdeira da fortuna da família Almeida Campos.
- Curiosidades: Com o sucesso de "Carrossel", o SBT decidiu continuar com as novelas infantis e "Chiquititas" ganhou seu segundo remake no Brasil. Os primeiros capítulos de "Chiquititas" foram ao ar enquanto eram apresentados os últimos de "Carrossel", como se uma trama passasse o bastão para a outra, como uma maneira de capturar o público de uma novela para sua substituta. Para a divulgação da novela, foi criado programetes intitulados de "Carossel TV" com os personagens de "Carrossel" apresentando os cenários e personagens de "Chiquititas". Diante da boa audiência, faturamento com produtos licenciados e atraso nas gravações da substituta, o SBT foi esticando a novela o máximo que pôde. Para prolongar sua duração, a emissora utilizou uma quantidade exagerada de clipes e flashbacks nos capítulos, o que irritou alguns telespectadores e foi motivo de piada nas redes sociais. Conseguiu manter os patrocinadores de "Carrossel" e totalizou mais de 350 produtos licenciados de 42 empresas parceiras, entre cadernos, lancheiras, revistas, CDs, bonecas e outros itens. A atriz Olívia Araújo (a intérprete de Shirley) pôde ser vista também na novela da concorrente, "I Love Paraisópolis", da Globo, já que foi contratada logo depois de encerrar as gravações desta, em fevereiro. Se tornou a segunda maior novela da TV brasileira em exibição interrupta graças aos seus 545 capítulos, perdendo apenas para "Redenção"(TV Excelsior de 1966 a 1968) e seus 596 capítulos. O local onde Carolina trabalhava foi modificado: em 1997, trabalhava na fábrica de brinquedos dos Almeida Campos e nesta versão, no Café Boutique da mesma família. As gravações aconteciam cinco vezes por semana, sempre com duração de seis horas. A novela viajou pelo país e gravou cenas em Natal (Rio Grande do Norte), Porto Alegre (Rio Grande do Sul) e no Rio de Janeiro. Dezenas de artistas e personalidades do esporte nacional gravaram participações especiais, entre eles: Eliana, Isabella Fiorentino, Arlindo Grund, Duda Bündchen, Marília Gabriela, Negra Li, Roberto Leal, Maisa Silva, MC Gui, Lívia Andrade, Oscar Schmidt, Fernanda Venturini, Thomas Roth e Carlos Miranda. Gésio Amadeu teria sido convidado para interpretar o chefe Chico novamente, mas por compromissos na Globo, recusou o convite e indicou João Acaiabe. Anna Lyvia Padilha ganhou um papel depois do sucesso da Câmera Escondida da menina fantasma do elevador, do "Programa Silvio Santos". Cada capítulo tem um orçamento de aproximadamente R$ 200 mil e ao todo, serão gastos R$ 54 milhões. Durante um webchat oficial, a atriz Júlia Olliver, intérprete da personagem Pata, revelou que a trama teve apenas 386 escritos, sendo o restante, efeito de esticamento e edição do SBT. Durante as duas primeiras semanas de exibição, "Chiquititas" não teve nenhum intervalo, e a vinheta de abertura era exibida no final da telenovela. 
- Elenco: Manuela do Monte, Guilherme Boury, Giovanna Gold, João Acaiabe, Carla Fioroni, Emílio Eric Surita, Sandra Pêra, Naiumi Goldoni, Milena Ferrari, João Gabriel Vasconcelos, Lisandra Parede, Ernando Tiago, Letícia Navas, Paulo Leal, Amanda Acosta, Pedro Lemos, Roberto Frota, Daniel Andrade, Virgínia Nowick, Maurício Machado, Thaís Pacholek, Liza Vieira, Bruna Martins, Elaine Cristina, Felipe Folgosi, Homero Ligere, Jitman Vibranovski, Olívia Araújo, Sâmia Abreu, Beto Nasci, Cláudia Cavalhera, Flávia Vianna, Patrícia Gasppar, Valéria Sândalo; as crianças: Giovanna Grigio, Júlia Olliver, Rayssa Chaddad, Cinthia Cruz, Lívia Inhudes, Giulia Garcia, Gabriella Saraivah, Sophia Valverde, Guilherme Vieira, Filipe Cavalcanti, Carolina Chamberlain, Gabriel Santana, Amanda Furtado, Lorena Tucci, Júlia Gomes, Pedro Henrique, Anna Lyvia Padilha, Donato Veríssimo, Thiago Wittner, Matheus Chequer, Naoki Takeda, Bianca Paiva, Kaik Francisco, Renê Thristan, Alexandre Bittencourt, Bruna Carvalho, Gabriel Pereira, João Pedro Carvalho, Matheus Lustosa, Rafael Miguel.
- Autoria: Baseada na obra de Cris Morena, escrita por Íris Abravanel; supervisão de texto de Rita Valente; colaboração de Carlos Marques, Fany Higueira, Grace Iwashita, Gustavo Braga e Marcela Arantes.
- Direção: Reynaldo Boury, Roberto Menezes, Luiz Antônio Piá e Ricardo Mantoanelli.
- Exibição: 15/07/2013 a 14/08/2015, às 20h30/19h50 em 545 capítulos.
- Formato: HDTV.
- Tema de abertura: "Remexe", por elenco infantil.
- Reprise: 2016 (a partir de 12/09/2016, às 21h15/21h30).

Cúmplices de um Resgate (2015)
Protagonizada por Larissa Manoela, João Guilherme Ávila, Juliana Baroni e Duda Nagle, conta a história das gêmeas Manuela e Isabela. Separadas na maternidade, Isabela foi criada pela ardilosa Regina como sua filha, sofrendo com a falta de atenção e apoio. Manuela foi criada cercada de carinho e atenção por sua verdadeira mãe, Rebeca, que desconhece o fato de ter dado à luz a gêmeas. O sonho de se dedicarem à música as unirá e nascerá um plano ousado: trocarem de lugar para ajudar uma à outra. O plano acarretará em descobrir suas verdadeiras origens e revirar a vida de todo mundo de cabeça pra baixo.
- Curiosidades: Com uma pegada mais adolescente e colorida, foi dada continuidade as novelas infantis do SBT, com um elenco menor de crianças e um maior de adultos. Larissa Manoela foi convidada para interpretar as gêmeas sem passar por nenhum teste. Algumas cenas e videoclipes foram gravados na tecnologia de 4K, algo totalmente inédito no SBT. Depois de cair de um cavalo e se machucar, Larissa Manoela foi afastada das gravações por um curto período. Curiosamente sofreu do mesmo problema da versão original, em que Belinda precisou sair e foi substituída por uma outra atriz, Daniela Luján: desta vez, por problemas ocasionados por sua mãe, a pequena Duda Wedling, intérprete da Dóris, foi demitida e substituída por Sophia Valverde, não ocorrendo qualquer tipo de aviso na novela para a troca, ou justificativa. Para o bem-estar do elenco mirim, as crianças gravam no máximo seis horas por dia e, para qualificar o desenvolvimento desses novos profissionais, o SBT disponibiliza uma equipe especializada para acompanhar o dia a dia delas. Um diferencial da novela é a presença de animais fixos no elenco: o cão Manteiguinha (raça Golden Retriever), o rato Tuntum (raça Twister), a peixe Beijoca (raça Qingio) e o gato Bartolomeu (raça Maine Coon), personagens que pensam e interagem com os humanos. Para o desenvolvimento da criação visual da novela, mais de 20 profissionais trabalharam na concepção dos projetos que atendem aos conceitos da trama aplicados no pacote gráfico, na abertura, chamadas de lançamento e no logo. Dentro desses resultados, está a criação de emoticons para ilustrar o pensamento e os sentimentos dos animais da história: são 88 emoticons diferentes no pacote básico. A abertura da novela traz atores interagindo em meio a cenários criados em computação gráfica e 3D. A direção musical da novela é assinada por Arnaldo Saccomani e Laércio Ferreira, que prepararam uma mescla de versões de musicas da trilha mexicana, com algumas canções inéditas, que foram compostas especialmente para a novela, além de algumas regravações. Foi durantes as gravações de Larissa Manoela e João Guilherme Ávila se conheceram e engataram namoro. Motivo de zoações, a emissora usou a tecnologia do fundo verde (Chroma Key) abusivamente, simulando um zoológico, um acidente de carro (que pareceu uma cena de videogame), uma viagem a Curitiba do casal protagonista, videoclipes e entre outros. A dublê de corpo de Larissa Manoela chama-se Mharessa Fernanda. No sábado, 15/08/2015, às 22h30, foi exibido um compacto especial dos 10 primeiros capítulos da novela. Participações especiais de Celso Portiolli, Patrícia Abravanel e Rachel Sheherazade como eles mesmos. O último foi exibido numa "noite especial": "Carinha de Anjo" passou a ir ao ar às 20h30; o último capítulo de "Cúmplices de um Resgate" foi ao ar às 21h15; às 22h00 foi exibido "O Show Cúmplices de um Resgate"; às 23h30 foi apresentado "Carrossel: O Filme" no Cine Espetacular (nesta data a reprise de "Chiquititas" e o "Programa do Ratinho" não foram apresentados).
- Elenco: Larissa Manoela, Juliana Baroni, Duda Nagle, Maria Pinna, Alexandre Barros, Dani Moreno, Mira Haar, Thays Gorga, Tânia Bondezan, João Camargo, Vicentini Gomez, Bárbara Bruno, Augusto Garcia, Edson Montenegro, Nilton Bicudo, Pedro Garcia Netto, Camila dos Anjos, Elam Lima, Nina Moreno, Valéria Sândalo, Cléo Ventura, Jaime Leibovitch, Renata Calmon, Nando Pradho, Thiago Amaral, Maria Eduarda Machado, Gustavo Rodrigues, Diego Montez, Murilo Meola, Ohana Homem, Marcelo Galdino, Graça Berman, Luiz Carlos Feliz, Rodrigo Dorado, Miguel Nader, Carlos de Niggro, Luciano Viana, Camila Demaman, Thaís Lago, Ronaldo Oliva, Maurício Ribeiro, Giovanni Venturini; as crianças: João Guilherme Ávila, Bia Jordão, Kevin Vecchiato, Giovanna Chaves, Bia Lanutti, Lipe Volpato, Duda Wedling, Sophia Valverde, Fhelipe Gomes, Renato Cavalcanti, Luckas Moura, Júlia Simoura, Graciely Junqueira, Gabriel Moura, Vitória dos Santos.
- Vozes dos animais: Manteiguinha (Diego Lima), Tuntum (Robson Kumode), Bartolomeu (Herbert Richers Jr.). 
- Autoria: Baseada no original de Maria del Socorro Gonzalez, adaptação de Luz de Lourdes Ordoñez, Consuelo Garrido Romero, Maria Gabriela Montijo, Ángel Martinez Ibarra. Escrita por Íris Abravanel com supervisão de texto de Rita Valente; colaboração de Carlos Marques, Fany Higueira, Grace Iwashita, Gustavo Braga, Marcela Arantes.
- Direção: Luiz Antônio Piá, Roberto Menezes, Ricardo Mantoanelli e Reynaldo Boury.
- Exibição: 03/08/2015 a 13/12/2016, às 20h30/20h40 em 357 capítulos.
   - O Show Cúmplices de Um Resgate: exibido em 13/12/2016 às 22h00, logo após o último capítulo da novela. Reprisado em 30/12/2016 às 23h15, não havendo a exibição da Tela de Sucessos.
- Formato: HDTV/4K.
- Tema de abertura: "Cúmplices de um resgate", por C1R (elenco infantil). 


Carinha de Anjo (2016)
Protagonizada por Lorena Queiroz, Bia Arantes e Carlo Porto, a trama conta o drama da esperta Dulce Maria, uma menina de 5 anos que foi deixada por seu pai, Gustavo Lários, em uma escola de freiras depois de entrar em depressão com a morte da esposa, Teresa. Os anos se passam e Gustavo está de volta, mas traz consigo a namorada, Nicole Escobar, uma moça ambiciosa e que odeia crianças. Dulce Maria tem um carinho especial pela noviça Cecília e a vê como uma mãe. Entre os dilemas do amor proibido, Dulce Maria vai aprontar todas para juntar seu pai com a Irmã Cecília e ter uma família completa novamente.
- Curiosidades: Do México para o Brasil, a atriz e cantora Lucero foi convidada para fazer parte da novela dando vida à Teresa, a mãe de Dulce Maria, com quem encontra e conversa nos sonhos, além de ter gravado cinco músicas para a trilha sonora da novela.
- Elenco: Bia Arantes, Carlo Porto, Lucero, Priscila Sol, Dani Gondim, Karin Hills, Eliana Guttman, Alcemar Vieira, Maisa Silva, Jean Paulo Campos, Camilla Camargo, Eddie Coelho, Ângela Dippe, Blota Filho, Thiago Mendonça, Clarice Niskier, Eduardo Pelizzari, José Rubens Chachá, Laryssa Dias, Cristina Mutarelli, Camilo Bevilacqua, Guilherme Gorski, Rai Teichimam, Carolina Loback, Elisa Brites, Bruno Lopes, Renata Brás, Bruna Ximenes, Carlos Mariano. As crianças: Lorena Queiroz, Sienna Belle, Renata Randel, Gabriel Miller, Leonardo Oliveira, Marianna Santos, Helena Luz, Duda Silva, Valenthina Rodarte, Brenda Santiago, Isa Nakahara, Manuela Fernandes, Jasmim Donegá, Lara Fanganiello, Juju Mattos, Giovanna Nasser, Manuela Dieguez, Luiza Aguirre, Mariana Amor, Manuela Munhoz, Sofia Rigoni.
- Autoria: Baseada na obra de Abel Santa Cruz e Kary Fajer. Adaptação de Leonor Corrêa, com supervisão geral de Iris Abravanel e colaboração de André Rodrigues, Flavio Queiroz, Marina Pedral, Natalia Piserni, Juarez Cunha.
- Direção: João Batista, Mário Moraes, Roberto Menezes, Vanessa Arruda; Direção Geral de Ricardo Mantoanelli; Produção Executiva de Gilvan Guimarães.
- Exibição: 21/11/2016 - (no ar), às 21h00/20h30.
- Formato: HDTV/4K
- Tema de abertura: "Carinha de Anjo", por Lucero.



Agradecimentos e Créditos: Teledramaturgia e SBTpedia.

Deixe seu comentário para gente.
Obrigado pela visita e até a próxima!